Indignado, time de Ricardo Oliveira vê falha grotesca em pênalti marcado para o Atlético-MG

São Paulo, SP

16-02-2022 19:15:47

O Athletic Club foi derrotado por 1 a 0 para o Atlético-MG na sétima rodada do Campeonato Mineiro. O gol que decretou o revés aconteceu nos acréscimos do segundo tempo em um pênalti cobrado pelo atacante Hulk. O time de Ricardo Oliveira, porém, discordou da marcação da penalidade e divulgou uma nota de repúdio nesta quarta-feira, apontando falha da arbitragem.


"O Athletic Club manifesta sua total indignação com a atuação da equipe de arbitragem composta pelos Srs. Paulo César Zanovelli da Silva, Felipe Alan Costa de Oliveira, Magno Arantes Lira e Daniel da Cunha Oliveira Filho, responsáveis pela condução da partida contra o Clube Atlético Mineiro ocorrida no dia 15 de fevereiro de 2022", começa a nota.

Na visão do clube, a "suposta falta cometida por Sidimar em Ademir" foi lance de jogo, e não havia a necessidade de assinalar a penalidade.

"Trata-se de jogada normal, em lance no qual, sem dúvida alguma, o zagueiro apenas utiliza seu corpo com força compatível para proteger a bola e possibilitar a sua recuperação pelo goleiro Pedro Rocha", continua.

Ainda, o Athletic lembrou de uma jogada na qual o árbitro da partida Paulo César Zanovelli da Silva não marcou a a infração contra o clube da capital mineira.

"Importante destacar que, na disputa de bola anterior ao lance em questão, o árbitro faz nítido movimento indicando que iria marcar falta de Hulk em Kadu. Contudo, ao observar o trajeto da bola, opta por dar continuidade e, logo em seguida, assinala o pênalti", continua.

O Athletic Club volta a campo no Campeonato Mineiro para enfrentar o Democrata-GV, neste sábado, às 15 horas (de Brasília).

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Confira a nota completa:

"O Athletic Club manifesta sua total indignação com a atuação da equipe de arbitragem composta pelos Srs. Paulo César Zanovelli da Silva, Felipe Alan Costa de Oliveira, Magno Arantes Lira e Daniel da Cunha Oliveira Filho, responsáveis pela condução da partida contra o Clube Atlético Mineiro ocorrida no dia 15 de fevereiro de 2022.

Nos acréscimos do segundo tempo, o árbitro principal marcou pênalti a favor da equipe mandante em razão de suposta falta cometida por Sidimar em Ademir, oportunidade convertida por Hulk e que decretou a vitória do clube da capital.

Trata-se de jogada normal, em lance no qual, sem dúvida alguma, o zagueiro apenas utiliza seu corpo com força compatível para proteger a bola e possibilitar a sua recuperação pelo goleiro Pedro Rocha.

Importante destacar que, na disputa de bola anterior ao lance em questão, o árbitro faz nítido movimento indicando que iria marcar falta de Hulk em Kadu. Contudo, ao observar o trajeto da bola, opta por dar continuidade e, logo em seguida, assinala o pênalti.

A falha grotesca da arbitragem interfere não apenas no resultado desta partida específica, mas prejudica todo o trabalho a longo prazo que vem sendo desenvolvido pelo Athletic Club, que tem o Campeonato Mineiro Sicoob 2022 como a principal competição da equipe profissional.

Espera-se que os resultados sejam determinados exclusivamente pelo desempenho esportivo dentro de campo, não tendo como protagonistas aqueles que supostamente estão presentes para assegurar a condução imparcial, ética e em conformidade com os regulamentos.

Dessa forma, em respeito ao esporte, aos seus atletas, aos torcedores e à sua centenária história, o Athletic Club manifesta seu profundo descontentamento com a atuação da equipe de arbitragem e espera que a Federação Mineira de Futebol adote as medidas cabíveis para que erros como este não prejudiquem mais o espetáculo".

Deixe seu comentário