Campeão como jogador e técnico, Gallardo diz que River fará ainda mais

São Paulo, SP

06-08-2015 09:13:07

Admirador de Bielsa, Guardiola e Simeone, pela maneira com que controlam o grupo de jogadores, Marcelo Gallardo se eternizou na história do River Plate na última quarta-feira ao ser o primeiro a conquistar a Copa Libertadores como jogador (em 1996) e técnico (em 2015). Com 39 anos, o argentino festejou a quebra do jejum de 19 anos e admitiu que o River ainda fará mais.

‘El Muñeco’, como é conhecido pelos argentinos, reconduziu o River Plate a um caminho de glórias após a equipe amargar uma temporada na Série B do futebol argentino. Gallardo assumiu em meados de 2014 e, de lá para cá, conquistou a Copa Sul-Americana, a Recopa e a Copa Libertadores. Agora com o Mundial e a Recopa no radar, o treinador segue com esperanças de bons resultados.

“Sinto uma grande felicidade, é um grande momento que todos os torcedores do River Plate estão vivendo. É uma festa para todos. Agradeço a todos que lotaram o estádio e fizeram a festa, agora vamos por mais”, garantiu Gallardo aos 62 mil torcedores presentes no Monumental de Núñez.

Após quebrar o segundo jejum do clube, o de 19 anos sem ganhar a Copa Libertadores, já que o primeiro tinha sido quebrado com a conquista da Sul-Americana, primeiro título internacional após 17 anos, Gallardo também protagonizou a primeira vez em que o River eliminou o Boca Juniors em uma competição continental, nas oitavas de final, em jogo que envolveu o polêmico episódio do spray de pimenta na Bombonera.

Há 425 dias no comando, Gallardo – que não pôde estar a beira do campo por cumprir suspensão – acompanhou a partida como expectador e vibrou como atleta depois da confirmação da conquista, com o 3 a 0 diante do Tigres. “Isso é para nós. Para os jogadores que fizeram de todo, sacrificaram muitas coisas. Para as pessoas que depois de 19 anos voltam a ter uma alegria”, comemorou.

Deixe seu comentário