Futebol

Boca Juniors busca reação contra Jorge Wilstermann

São Paulo , SP
10/04/2019 08:36:06 — 10/04/2019 08:44:20

Em: Boca Juniors, Futebol, Libertadores
Boca Juniors, de Tevez, foi derrotado por 3 a 0 na semana passada (Foto: Heuler Andrey / AFP)

Derrotado por 3 a 0 pelo Athletico Paranaense por 3 a 0 na semana passada, o Boca Juniors busca a reação nesta quarta-feira, quando recebe o Jorge Wilstermann a partir das 21h30, no Estádio La Bombonera, em Buenos Aires, na Argentina, pela quarta rodada do Grupo G. Com quatro pontos conquistados, o time argentino, atual vice-campeão, precisa ganhar para se manter na zona de classificação. Já os bolivianos seguram a lanterna com dois pontos.

Um duelo pela liderança movimenta o Grupo H. O Libertad, que está na ponta da tabela de classificação com nove pontos e cem por cento de aproveitamento, o Libertad do Paraguai visita, também às 21h30, a Universidad Católica no Estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago, no Chile. Os chilenos, com seis pontos, aparecem na segunda posição. A chave tem o Grêmio está nesta chave e, com um pontos, faz um choque de desesperados com o Rosario Central da Argentina, em Porto Alegre, no mesmo horário. Os gremistas buscam o primeiro triunfo na chave.

Pelo Grupo E, às 19h15, o Nacional recebe o Zamora da Venezuela no Estádio Parque Central, em Montevidéu, no Uruguai. Os uruguaios estão na segunda posição com seis pontos e são favoritos diante dos venezuelanos, que seguram a lanterna sem terem pontuado. O Cerro Porteño do Paraguai lidera com nove pontos e recebe o Atlético-MG, que tem três pontos, no mesmo horário.

Também às 19h15, o Sporting Cristal recebe a Universidad de Concepción no Estádio Nacional, em Lima, no Peru. Os chilenos somam cinco pontos no Grupo C e, ganhando, permanecem na zona de classificação. Os peruanos seguram a lanterna com um ponto.

Pelo regulamento da Copa Libertadores, as equipes se enfrentam dentro de seus respectivos grupos em turno e returno e ao fim os dois primeiros colocados de cada chave avançam para as oitavas de final. Já os terceiros colocados ganham como “prêmio de consolação” o direito de disputarem a Copa Sul-Americana a partir da segunda fase.