Futebol/Campeonato Inglês

Mesmo sem Kane, Tottenham vence de virada e assume terceira posição

São Paulo , SP
11/03/2018 14:58:23 — 11/03/2018 15:09:46

Em: Futebol Inglês, Tottenham
Son Heung-Min fez dois gols na virada do Tottenham em cima do Bournemouth neste domingo, pelo Campeonato Inglês (Foto: Adrian Dennis/AFP)

Após ser eliminado na Liga dos Campeões em pleno Wembley na última quarta-feira, o Tottenham foi até o Vitality Stadium e venceu de virada o Bournemouth por 4 a 1, pela 30ª rodada do Campeonato Inglês. Os gols foram marcados por Stanislas e Dele Alli ainda no primeiro tempo e a virada veio na segunda etapa, com dois de Son e um de Aurier.

Mauricio Pochettino foi a campo com poucas modificações no elenco que disputou a Champions e sofreu no início da partida, principalmente após o tento do adversário. Depois de perder Kane em uma disputa de bola aos 28 minutos, Dele Alli deixou tudo igual e os Spurs pressionaram para tentar a virada, que só saiu na segunda etapa, com gol de Son. Agora, o Tottenham assume a terceira colocação, com 61 pontos, um a mais que o Liverpool, que perdeu no sábado para o Manchester United. Já o Bournemouth permanece na 12ª posição.

Na próxima rodada, os Spurs enfrentam o Newcastle. No entanto, por conta das quartas de final da Copa da Inglaterra no dia 17, próximo sábado, e com a participação do Tottenham, a partida foi adiada e ainda não foi remarcada. Na ocasião, Kane e companhia enfrentarão o Swansea City fora de casa. Já a equipe de Eddie Howe encara o West Bromwich na mesma data, mas pela Premier League.

O jogo. A partida começou com troca de passes do Spurs no meio-campo, mas, logo aos 4 minutos, grande chance para o Bournmouth. Mousset partiu em contra-ataque pela esquerda e lançou para Stanislas, que chutou na trave. Aos sete, os donos da casa abriram o placar com bela jogada de Smith pela direita, cruzando para Stanislas. Em chute cruzado, o camisa 19 não deu chance nenhuma de defesa para Lloris.

O Tottenham não conseguiu reagir ao gol e seguiu sendo pressionado, mesmo com maior posse de bola. A equipe de Pochettino até conseguiu empatar com Harry Kane aos 28 minutos, mas o artilheiro estava impedido e o gol foi anulado. O camisa 10 sentiu o tornozelo no lance e precisou ser atendido pela equipe médica, sendo substituído por Erik Lamela.

Aos 34, a zaga do Tottenham bobeou, permitindo chute de Mousset, mas Lloris caiu e defendeu tranquilamente. Após esse lance, Dele Alli deixou tudo igual na segunda finalização do Tottenham em todo a partida. A jogada começou na direita, com troca de passes entre Son e Aurier, que cruzou para o camisa 20 do outro lado do campo deixar tudo igual.

O tento deu mais energia para a equipe de Pochettino, que, mesmo sem Kane, partiu mais para o ataque. Duas chances claras finalizaram o primeiro tempo, uma aos 44 minutos, com passe de Lamela para Eriksen na entrada da área, mas Begovic fez defesa em dois tempos. Além da substituição de Kane por Lamela, Danny Rose foi advertido com cartão amarelo aos 18 minutos.

A segunda etapa começou agitada para o Bournemouth, com chute cruzado do lateral Francin para defesa de Lloris. Depois, as melhores chances começaram a ser desenhadas para a equipe visitante, principalmente aos 11 minutos, após forte chute de Eriksen e defesa de Begovic. Pressionando bastante, o Tottenham alcançou a virada aos 16 minutos com Son, após belo lance de Dele Alli pela esquerda. 2 a 1 Tottenham.

A partida seguiu com bastante pressão dos Spurs. Aos 19, Aurier acionou Son na área e ele bateu firme, para mais uma defesa de Begovic. No lance seguinte, Lamela fez boa jogada pela linha de fundo e a bola foi desviada, o que obrigou o goleiro a fazer uma defesa com o pé esquerdo. Os Spurs quase ampliaram o placar.

Somente aos 28 minutos o Bournemouth conseguiu levar perigo a Lloris, após chute de Francis de primeira, mas que foi por cima do gol. Dez minutos depois, Sánchez falhou e Wilson fez o gol, mas o juiz marcou falta em cima do zagueiro e o tento foi anulado.

Instantes depois, em roubada de bola de Eriksen, Son recebeu e caminhou por todo o campo até driblar o goleiro e fazer seu segundo na partida e o terceiro do Tottenham. Já nos acréscimos, Trippier chutou para o gol e Begovic defendeu, mas a bola sobrou para Aurier, que liquidou de vez a partida. 4 a 1 para os Spurs de virada e sem seu maior jogador, Harry Kane.

No segundo tempo, Dan Gosling levou cartão amarelo pelo lado do Tottenham e Eddie Hoew fez suas três substituições: saíram Charlie Daniels, Mousset e Stanislas para as entradas de Jordon Ibe, Joshua King e Defoe. Pochettino, por sua vez, tirou Danny Rose e Dele Alli e colocou Tripper e Sissoko.