Futebol/Campeonato Francês

David Luiz marca, Ibra reage a críticas e PSG goleia Lens em casa

GazetaEsportiva.net - Paris , - França
07/03/2015 14:58:00

Em: Campeonatos, Futebol, Futebol Francês, Futebol Internacional

Mesmo sem Thiago Silva, poupado para o duelo decisivo contra o Chelsea, e Lucas, lesionado, o Paris Saint Germain não deixou passar a chance de vencer o Lens, em casa, e assumir a ponta provisória do Campeonato Francês. A vitória por 4 a 1 no Parc des Princes, com direito a gol do brasileiro David Luiz, serviu para quebrar o gelo na equipe após o empate sem gols contra o Monaco, na rodada anterior.

Com o triunfo, o PSG é o novo líder da Ligue 1, com 56 pontos. Uma posição abaixo está o Lyon, com 54, que ainda pode recuperar a ponta neste domingo, às 17 horas (de Brasília), contra o Montpellier. Já o Lens é apenas o penúltimo colocado na tabela, com os mesmos 22 pontos do lanterna Metz, que ainda joga nesta rodada.

Agora, os parisienses voltam a campo já nesta quarta-feira, mas por outra competição: a bola da vez está no jogo de volta das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa, contra o Chelsea, em Stamford Bridge. Na ida, em Paris, o empate persistiu em 1 a 1.

Com Ibra ansioso, David Luiz desequilibra – Com sua principal estrela ocupando o campo de ataque, o PSG não hesitou em dar início a uma blitz ofensiva. Afinal, o sueco Ibrahimovic recebeu duras cobranças do técnico Laurent Blanc nesta semana, exigindo mais gols do polêmico atacante.

“Ibra não é mais um garoto, tem 33 anos. Contra o Chelsea ele sofrerá a mesma pressão que o restante do time. Ele precisa fazer mais gols, porque esta é a sua função no time”, cobrou Blanc. Dessa forma, Ibra foi o primeiro a levar perigo real na partida, aos 13 minutos, quando recebeu de Verrati com açúcar, invadiu a área e chutou com força, carimbando a trave.

Impondo seu ritmo ao confronto, o PSG logo alcançou a impressionante marca de 78% de posse de bola em campo. Dois minutos depois de Ibrahimovic, foi a vez dos brasileiros se apresentarem ao Lens. Naturalizado italiano, Thiago Mota lançou David Luiz em cobrança de falta e o zagueiro cabeceou para o chão, vendo o goleiro Riou cair para espalmar com muita categoria. Camara ainda pegou o rebote, mas não conseguiu aproveitar.

Enquanto isso, o sueco parecia ansioso para tirar o peso de suas costas, atribuído por Blanc. Na marca dos 18, o atacante foi sutilmente lançado por Rabiot e, de frente para o goleiro Riou, optou pela cavadinha. O camisa 10, no entanto, pegou errado na bola e a entregou de presente para o defensor.

Aos 32, após um ótimo levantamento de Van der Wiel pela direita, David Luiz dominou a bola no peito e arriscou uma bicicleta na sequência. Apesar do belo lance, a bola passou por cima do gol, rente ao travessão. Em sua segunda chance, o zagueiro não desperdiçou. Aos 43, o próprio brasileiro cobrou falta na intermediária, acertando um chute rasteiro no cantinho esquerdo do goleiro Riou – que nem sequer saltou para buscar a bola.

Depois de tentar de bicicleta, David Luiz acertou um gol de falta graças à falha do goleiro Riou
Depois de tentar de bicicleta, David Luiz acertou um gol de falta graças à falha do goleiro Riou – Credito: AFP

Seriedade sueca define festa francesa em Paris – Seguindo a orientação que funcionou na etapa inicial, o PSG voltou pressionando nos 45 finais. Logo aos seis minutos, Verrati encontrou Lavezzi praticamente sozinho, na cara do goleiro. O argentino chegou a driblar Riou e teve a meta livre à sua frente para concluir, mas demorou demais e foi cortado pela defesa. Na marca dos 13, Van der Wiel invadiu a área e foi derrubado por Gbamin, que entrou de sola em seu pé esquerdo. O árbitro assinalou o pênalti no lance.

Com a cabeça erguida, Ibrahimovic assumiu a responsabilidade da cobrança e colocou com categoria no cantinho esquerdo do arqueiro do Lens, saindo para comemorar com a expressão séria e desafiadora.

Com tanta marra, o sueco não demorou para cometer um erro grave, aos 23, quando entregou a bola de presente para Baal, que cruzou rasteiro para a área e viu Touzghar completar para o gol, diminuindo para os visitantes. Ainda assim, aos 34, Pastore desceu pela direita e cruzou para Matuidi no segundo pau, que só teve o trabalho de escorar para marcar o terceiro do PSG.

Apenas três minutos depois, veio a completa redenção de Ibra. Aos 37, o sueco tabelou com Pastore e deu um belíssimo passe em cavadinha para o argentino, que finalizou de primeira no contrapé do goleiro e fechou a conta em 4 a 1 para o Paris Saint Germain, que assumiu a ponta provisória do Campeonato Francês.

Com comemoração séria, Ibrahimovic respondeu às cobranças do técnico Laurent Blanc (Foto: AFP/Loic Venance)
Com comemoração séria, Ibrahimovic respondeu às cobranças do técnico Laurent Blanc (Foto: AFP/Loic Venance) – Credito: AFP