Alemanha confirma favoritismo e avança às quartas da Eurocopa

São Paulo, SP

26-06-2016 15:03:04

Julian Draxler celebra o gol com Kroos e Boateng, que também marcou contra a Eslováquia (Foto: Kenzo Tribouillard/AFP)
Julian Draxler celebra o gol com Kroos e Boateng, que também marcou contra a Eslováquia (Foto: Kenzo Tribouillard/AFP)

A Alemanha, mais uma vez, fez jus ao título de melhor do mundo. A seleção de Joachim Low apresentou um espetáculo em campo ao vencer a Eslováquia por 3 a 0, neste domingo, em Lille, e garantiu a vaga para as quartas de final da Eurocopa.

Como era de se esperar, os campeões mundiais ditaram o ritmo do jogo. Foram poucas as vezes em que a bola ficou no campo de defesa alemão. Com muita criatividade e organização no ataque, foco e habilidade, os alemães passaram com facilidade pelos eslovacos na busca pelo título da Euro.

Para o zagueiro Boateng, que marcou o primeiro tento para sua equipe, a vitória foi mais que especial, pois marcou também seu primeiro gol com a camisa da seleção.

O jogo – A predominância da Alemanha em campo foi visível desde os primeiros minutos. Aos seis minutos, Kozacik já teve de fazer sua primeira defesa importante na partida: após a cobrança de falta de Kroos, Khedira cabeceou e o goleiro espalmou para fora.

Mas os alemães não pararam por aí. Aos sete minutos, no escanteio, a zaga afastou para a entrada da área, Boateng aproveitou a sobra e, de primeira, mandou no canto do gol, para o fundo das redes. Este foi o primeiro gol do jogador com a camisa da Alemanha, em toda sua carreira.

Aos 12 minutos, Muller encontrou Mario Gómez na área e fez o cruzamento. O atacante subiu para cabecear, mas foi empurrado por Skrtl, e o árbitro marcou o pênalti. Ozil cobrou a penalidade no canto esquerdo de Kozacik, que praticamente voou para fazer a excelente defesa.

A bola seguiu no campo de ataque alemão durante a maior parte do primeiro tempo. A Eslováquia se fechou e buscou jogar na retranca, já que foi praticamente bombardeada o tempo todo.

Neuer não precisou trabalhar até os 40 minutos, quando fez uma defesa digna do título de melhor do mundo. O lateral Pekarík chegou pela direita e cruzou para Kucka, que cabeceou na direção da meta. O goleiro alemão pulou alto e espalmou com categoria, salvando o empate eslovaco.

Aos 43 minutos, Mario Gómez ampliou para a Alemanha. Draxler se infiltrou pela esquerda, driblou e cruzou para a pequena área. Gómez antecipou o zagueiro e, de pé esquerdo, mandou para o fundo do gol.

Jogadores alemães comemoram a classificação para as quartas de final da Eurocopa (Foto: Denis Charlet/AFP)
Jogadores alemães comemoram o gol de Mario Gómez. A Alemanha está nas quartas de final da Eurocopa (Foto: Denis Charlet/AFP)

A Eslováquia voltou do intervalo mais determinada a buscar uma reação. Aos quatro minutos do segundo tempo, com assistência de Hamsik, Kucka finalizou com força em direção ao gol. Bem posicionado, Neuer conseguiu a defesa.

Aos sete minutos, outra boa chance para os eslovacos. Hamsik se posicionou para cobrar a falta, mas a bola desviou na barreira e o juiz apitou apenas o tiro de meta.

Aos 18 minutos, uma grave falha da defesa eslovaca acabou permitindo o terceiro gol alemão. Após cobrança de escanteio, Hummels subiu e desviou a bola. Draxler, completamente sozinho ao lado da meta, finalizou de primeira, deixando a defesa impossível para Kozacik.

A reta final do jogo seguiu em um ritmo mais lento, com menos pressão em ambos os lados. A Eslováquia teve dificuldades em se aproximar da meta. Os alemães, marcando alto e mantendo o foco, apesar do placar favorável, não deixaram espaço para os adversários.

Aos 46, Kroos quase marcou o quarto para a Alemanha. O meia recebeu com facilidade na área e finalizou, mas Kozacik, em sua última boa atuação na Euro 2016, realizou a defesa.

FICHA TÉCNICA
ALEMANHA 3 x 0 ESLOVÁQUIA

Local: Estádio Pierre Mauroy, em Lille (França)
Data: 26 de junho de 2016, domingo
Horário: 13h (de Brasília)
Árbitro: Szymon Marciniak (POL)
Assistentes: Pawel Sokolnicki (POL) e Tomasz Listkiewicz (POL)
Cartões amarelos: Skrtl, Kucka (Eslováquia); Kimmich, Hummels (Alemanha)
Gols: Boateng aos 8 e Mario Gómez aos 43 minutos do primeiro tempo; Draxler aos 18 minutos do segundo tempo

ALEMANHA: Neuer; Kimmich, Boateng (Howedes), Hummels e Hector; Muller, Kroos, Ozil, Khedira (Schweinsteiger) e Draxler (Podolski); Mario Gómez
Técnico: Joachim Low

ESLOVÁQUIA: Kozácik; Pekarík, Skrtel, Durica e Gyomber (Salata); Kucka, Hrosovsky, Skriniar, Hamsik e Weiss (Gregus); Duris (Sestak)
Técnico: Jan Kozak

Deixe seu comentário