COPA DO MUNDO 2018 RÚSSIA
Shin Tae-yong anuncia convocação do atacante do Tottenham, Heung-min, para a Copa do Mundo da Rússia (Foto: Jung Yeon-je/AFP)

O último dia para envio da lista de pré-convocação para a Copa do Mundo continua em polvorosa. Nesta manhã, além de Egito e Croácia, Irã e Coreia do Sul também divulgaram seus relacionados. A lista final com 23 jogadores será anunciada em 4 de junho.

Os destaques vão para a primeira convocação de Lee Seung-woo, do Hellas Verona, Oh Ban-suk, do Jeju United, e Moon Seon-min, do Incheon United, que nunca haviam sido convocados. Son Heung-min, atacante do Tottenham, também foi chamado. Do outro lado, a surpresa foi a convocação de dois meias iranianos, Shojaei e Hajsafi, que estavam afastados de sua seleção desde agosto do ano passado.

Irã

Shojaei e Hajsafi atuaram em uma partida de seu time na época, o Panionios, da Grécia, contra o Maccabi Tel Aviv, de Israel, pela terceira fase da Liga Europa. Os motivos do banimento foram político-religiosos, sendo que “atuar contra israelenses seria inaceitável para seu povo”, segundo o ministro de esportes do país, Mohammad Reza Davarzani.

Confira abaixo a lista completa:

Goleiros: Alireza Beiranvand (Persepolis), Seyed Hossein Hosseini (Esteghlal), Rashid Mazaheri (Zob Ahan) e Amir Abedzadeh (Marítimo).
Defensores: Ramin Rezaeian (Oostende), Voria Ghafour, Seyed Majid Hosseini e Roozbeh Cheshmi (Esteghlal), Steven Beitashour (Los Angeles FC), Seyed Jalal Hosseini e Mohammad Ansari (Persepolis), Mohammad Reza Khanzadeh (Padideh), Morteza Pouraliganji (Al Sadd), Pejman Montazeri e Omid Nourafkan (Esteghlal), Milad Mohammadi (Akhmat Grozny), Saeid Aghaei (Sepahan).
Meio-campistas: Saeid Ezatolahi (Amkar Perm), Massoud Shojaei (AEK Atenas), Ahmad Abdolahzadeh (Foolad), Saman Ghoddos (Östersund), Mahdi Torabi (Saipa), Ashkan Dejagah (Nottingham Forest), Omid Ebrahimi (Esteghlal), Ehsan Hajsafi (Olympiacos), Ali Karimi (Sepahan), Soroush Rafiei (Al-Khor), Ali Gholizadeh (Saipa) e Vahid Amiri (Persepolis)
Atacantes: Alireza Jahanbakhsh (AZ Alkmaar), Karim Ansarifard (Olympiacos), Mahdi Taremi (Al-Gharafa), Sardar Azmoun (Rubin Kazan), Reza Ghoochannejhad (Heerenveen) e Kaveh Rezaei (Charleroi).

Coreia do Sul

O técnico da seleção da Coreia do Sul, Shin Taeyong, inclui nesta pré-lista Lee Seungwoo e o veterano Lee Chungyong, que deve fazer sua terceira aparição na Copa do Mundo. O jovem zagueiro Kim Minjae e o ala Yeom Kihun não foram chamados devido a lesões e foram substituídos por Oh Bansuk e Lee Chungyong, respectivamente. O experiente meia Ki Sungyueng deve usar a braçadeira de capitão.

Confira a lista completa:

Goleiros: KIm Seung-gyu (Vissel Kobe-JAP), Kim Jin-hyeon (Cerezo Osaka-JAP), Cho Hyun-woo (Daegu FC-COR)
Defensores: Kim Young-gwon (Guangzhou Evergrande-CHI), Jang Hyun-soo (FC Tokyo-JAP), Jeong Seung-hyeon (Sagan Tosu-JAP), Yun Young-sun (Seongnam FC-COR), Kwon Kyung-won (Tianjin Quanjian-CHI), Oh Ban-seok (Jeju United-COR), Kim Jin-su (Jeonbuk Hyundai-COR), Kim Min-woo (Suwon Bluewings-COR), Park Joo-ho (Ulsan Hyundai-COR), Hong Chul (Suwon Bluewings-COR), Go Yo-han (FC Seoul-COR), Lee Yong (Jeonbuk Hyundai-COR)
Meio-campistas: Lee Seung-woo (Hellas Verona-ITA), Ki Sung-yueng (Swansea-GAL), Jung Woo-young (Vissel Kobe-JAP), Kwon Chang-hoon (Dijon-FRA), Ju Se-jong (FC Seoul-COR), Koo Ja-cheol (Augsburg-ALE), Lee Jae-sung (Jeonbuk Hyundai-COR), Moon Seon-min (Allsvenskan-SUE), Lee Chung-yong (Crystal Palace-ING)
Atacantes: Kim Shin-wook (Jeonbuk Hyundai-COR), Son Heung-min (Tottenham-ING), Hwang Hee-chan (RB Salzburg-AUS) and Lee Keun-ho (Gangwon FC)



Nesta segunda-feira, às 14h (de Brasília), o técnico Tite divulgará os convocados da Seleção Brasileira para a Copa do Mundo da Rússia. Algumas outras seleções já estão divulgando seus relacionados, como são os casos de Croácia e Egito nesta manhã. As listas finais com os 23 nomes serão reveladas apenas em 4 de junho.

Egito

Como já era certo, Mohamed Salah, que atua pelo Liverpool, é o grande nome da seleção egípcia. Além dele, Mohamed Elneny, do Arsenal, Ahmed Hegazi, do West Bromwich, e Ahmed Koka, do Sporting, também compõem a pré-lista de 29 jogadores. Confira todos os convocados:

Goleiros: Essam El-Hadary (Taawoun-ARA), Mohamed El-Shennawi (Al Ahly-EGI), Sherif Ekramy (Al Ahly-EGI) e Mohamed Awaad (Ismaily-EGI).
Defensores: Ahmed Fathi (Al Ahly-EGI), Ahmed Elmohamady (Aston Villa-ING), Omar Gaber (Los Angeles FC-EUA), Mohamed Abdel-Shafi (Al Fateh-ARA), Saad Samir (Al Ahly-EGI), Ahmed Hegazi (West Bromwich-ING), Ali Gabr (West Bromwich-ING), Ayman Ashraf (Al Ahly-EGI), Karim Hafiz (Lens-FRA), Amro Tarek (Orlando City-EUA) e Mahmoud Hamdy (Zamalek-EGI).
Meio-campistas: Shikabala (Al Raed-ARA), Abdallah El-Said (KuPS-FIN), Mohamed Elneny (Arsenal-ING), Tarek Hamed (Zamalek-EGI), Mahmoud Kahraba (Ittihad Jeddah-ARA), Mahmoud Hassan (Kasimpasa-TUR), Ramadan Sobhi (Stoke City-ING), Sam Morsy (Wigan-ING), Amr Warda (Atromitos-GRE) e Mahmoud Abdel-Aziz (Zamalek-EGI).
Atacantes: Mohamed Salah (Liverpool-EGI), Marwan Mohsen (Al Ahly), Ahmed Koka (Sporting Braga-POR) e Ahmed Gomaa (Masry-EGI)

Croácia

Com grandes nomes atuando no futebol europeu, a Croácia também já divulgou 32 nomes para a disputa do Mundial, em junho. Estão presentes o goleiro Subasic, que atua no Monaco, Lovren, do Liverpool, Modric e Kovacic, do Real Madrid, Rakitic, do Barcelona, Mandzukic, da Juventus, e Perisic, da Inter. Além deles, três “novatos” estão presentes, Karlo Letica, do Hajduk, Duje Caleta-Car, do RB Salzburg, e Borna Sosa, do Dínamo Zagreb. A Croácia enfrenta o Brasil em amistoso no dia 3 de junho.

Confira abaixo a lista completa:

Goleiros: Subasic (Monaco), Kalinic (Gent), Livakovic (Dínamo Zagreb), Karlo Letica (Hajduk-CRO);
Defensores: Vedran Corluka (Lokomotiv Moscou), Vida (Besiktas), Strinić (Sampdoria), Lovren (Liverpool), Vrsaljko (Atletico de Madrid), Pivarić (Dynamo Kiev), Jedvaj (Bayer Leverkusen), Mitrovic (Brugge), Borna Barisic (Osijek-CRO), Zoran Nizic (Hajduk-CRO), Caleta-Car (RB Salzburg), Borna Sosa (Dínamo Zagreb);
Meio-campistas: Modric e Kovacic (Real Madrid), Rakitic (Barcelona), Badelj (Fiorentina), Brozović (Internazionale), Marko Horn (Napoli), Pasalic (Spartak Moscou), Filip Bradaric (Rijeka-CRO);
Atacantes: Mandzukic (Juventus), Perisic (Internazionale), Kalinic (Milan), Kramaric (Hoffenheim), Pjaca (Schalke), Rebic (Eintracht Frankfurt), Duje Cop (Standard Liège) e Ivan Santini (Caen).



Tite já tem muitas certezas conhecidas em sua lista, mas ainda pode surpreender (foto: Pedro Martins/Mowa Press)

O suspense em relação aos 23 jogadores que defenderão a Seleção Brasileira na Copa do Mundo da Rússia será desfeito nesta segunda-feira. A partir das 14 horas (de Brasília), na sede da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o técnico Tite começará a ler os nomes dos atletas em quem confiou para contornar o vexame do último Mundial.

Alguns deles já são conhecidos, porque figuram constantemente nas relações de Tite, que gosta de elogiá-los em público e projetar o Brasil com eles na Copa. São os casos do goleiro Alisson, do lateral esquerdo Marcelo, dos zagueiros Miranda, Marquinhos e Thiago Silva, dos volantes Casemiro, Fernandinho e Paulinho, dos meias Renato Augusto, Philippe Coutinho e Willian e dos atacantes Neymar, Gabriel Jesus e Roberto Firmino.

A contagem dos garantidos na missão de buscar o hexacampeonato mundial seria maior se o lateral direito Daniel Alves não tivesse contundido o joelho direito na decisão da Copa da França. Homem de confiança de Tite, o jogador do Paris Saint-Germain passou a correr o risco de ser submetido a uma cirurgia às vésperas do torneio da Fifa e já está vetado, o que abriu espaço para uma novidade na sua posição.

Relembre todos os convocados da era Tite

A lateral direita já havia causado preocupação em Tite por conta de Fagner, que lesionou a coxa direita a serviço do Corinthians recentemente, aumentando as chances de Danilo, do Manchester City, ser convocado. Com a ausência de Daniel Alves, até o veterano Rafinha, do Bayern de Munique, passou a alimentar esperanças de acrescentar uma participação em Copa do Mundo ao seu currículo.

Para o outro lado do campo, Tite já havia ficado apreensivo com a lesão de Filipe Luís, recém-recuperado de uma cirurgia para correção de fratura na fíbula da perna esquerda. O atleta voltou a defender o Atlético de Madrid em 6 de maio e ganhou fôlego na disputa que trava com Alex Sandro, da Juventus, para ser o reserva de Marcelo na Rússia.

Completando a defesa brasileira, as dúvidas se estendem ao gol e à zaga, mesmo sem problemas clínicos. Cássio, do Corinthians, e Neto, do Valencia, querem fazer companhia a Alisson e Ederson na Copa. Já o gremista Geromel, mesmo tendo sido convocado menos vezes do que Rodrigo Caio, do São Paulo, e Gil, do chinês Shandong Luneng, tem possibilidades consideráveis de ser o escolhido para fazer sombra a Miranda, Marquinhos e Thiago Silva. Jemerson, do Monaco, corre por fora.

O meio-campo, no entanto, é o setor mais propenso a apresentar uma surpresa na relação de Tite. Entre os postulantes a um lugar na lista, quem ganhou espaço nos últimos amistosos foi Fred, do Shakhtar Donetsk, e Anderson Talisca, do Besiktas. Giuliano, do Fenerbahce, tem a seu favor o fato de ser um velho conhecido do treinador, enquanto Arthur, do Grêmio, leva desvantagem por ter ficado bastante tempo parado, em tratamento.

Tite já deu mostras de que gostaria de contar com mais um armador no seu plantel, o que entusiasma um trio que atua no futebol brasileiro. Rodriguinho, do Corinthians, Diego, do Flamengo, e Lucas Lima, do Palmeiras, ainda sonham com um chamado, cientes de que a concorrência é acirrada.

O problema dos armadores é maior porque Tite poderá abrir mão de um deles para ter mais um atacante de referência, como Willian José, da Real Sociedad, convocado para os amistosos contra Rússia e Alemanha. Nesses jogos, quem realmente conseguiu chamar a atenção foi Douglas Costa, da Juventus, que seria uma opção para tentar amenizar uma eventual perda do astro Neymar – em fase final de reabilitação da operação para corrigir uma fratura no quinto metatarso do pé direito. Taison, do Shakhtar, é outro que depende do seu passado com o técnico para ser lembrado mais uma vez.

Após o anúncio dos 23 convocados, a Seleção Brasileira iniciará a sua preparação para a estreia na Copa do Mundo com uma semana de treinos em Teresópolis, entre os dias 21 e 27 de maio. De lá, a delegação seguirá para a Inglaterra, onde fará amistoso contra a Croácia em 3 de junho. O último teste antes do Mundial será diante da Áustria, em Viena, no dia 10. No grupo E da principal competição do planeta, o Brasil de Tite enfrentará Suíça, Costa Rica e Sérvia.




Restando menos de uma semana para a convocação de Tite com os 23 nomes que disputarão a Copa do Mundo da Rússia, veio a lesão de Daniel Alves e a tensão de qual seria o real estado do lateral-direito, além das possibilidades de jogar possivelmente seu último Mundial, já que está com 35 anos. Na última sexta-feira, a confirmação da ausência veio de forma pública, mas para o jogador isso estava claro “desde que atingiu o chão”.

“Quando senti a dor no meu joelho, minha alma saiu do meu corpo. Eu sabia desde o momento em que atingi o chão que não ia estar no avião para a Rússia para a Copa do Mundo”, escreveu Daniel ao site The Players Tribune. “No vestiário, os médicos do PSG me disseram que teríamos que esperar até o dia seguinte para obter os resultados de alguns testes, mas eu sabia no meu coração que estava acabado”, revelou.

Daniel Alves teve confirmada pelo doutor Rodrigo Lasmar a ausência na Copa do Mundo (Foto: Franck Fife/AFP)

Substituído nos minutos finais da vitória sobre o Les Herbiers, que deu ao PSG o título da Copa da França, Daniel revelou que em nenhum momento tentou demonstrar o que realmente estava sentindo, mas todos sabiam que tinha algo errado. O lateral, porém, afirmou que não deixará de sorrir e pediu para que ninguém chore por sua situação.

“Eu só chorei uma vez, quando eu estava sozinho. E deixe-me dizer uma coisa – não quero que ninguém chore por mim. Eu não quero que ninguém tenha pena de mim. Eu vivi meus sonhos. Dani Alves não vai para a Copa do Mundo, mas ainda é um homem feliz pra c***”, ressaltou.

Agora como torcedor, o jogador multicampeão promete ser contido em suas comemorações e considera que estará nas mesma condições de como se não estivesse lesionado, porque o Brasil joga com todos em campo e isso que faz a diferença. Um membro da Seleção que Daniel não esqueceu: Tite. Em seu relato considerou o treinador o “maestro” de todos os “talentosos superstars”.

“Se nós ganharmos a Copa do Mundo, eu não vou sair gritando. Pela primeira vez, eu prometo, ficarei calado. Não haverá palavras de Dani Alves. Eu não vou dizer nada. Eu só estarei chorando. Eu vou estar vendo o Brasil da mesma maneira que eu costumava assistir quando era criança na fazenda. Só a minha TV vai ser muito maior desta vez”, narrou.

“Eu acredito que esse time pode ganhar o troféu. Nós temos o talento e os superstars, mas mais importante, também temos um maestro. Tite foi capaz de criar um ambiente incrível desde que ele assumiu o time, e ele mostrou aos jogadores que não podemos ser solistas. Devemos estar em perfeita harmonia para alcançar nossos sonhos”, encerrou Daniel Alves.



A conquista do Campeonato Francês não foi o único motivo pelo qual Neymar comemorou neste sábado. Presente no Parque dos Princípes para festejar com os companheiros, o craque não escondeu a felicidade em poder ter sido liberado para voltar a treinar no gramado e a ansiedade para poder voltar a jogar uma partida.

“Muita, muita, sinto muita vontade de voltar, estar nos treinos, estádio. Eu sei que falta pouco, agora é dar continuidade nos treinamentos, evolução está boa, então estou muito feliz. Espero voltar o mais rápido possível”, disse ao canal SporTV.

Depois de uma longa recuperação devido a fratura no quinto metatarso do pé direito, Neymar foi liberado por Rodrigo Lasmar, médico da Seleção Brasileira, para volta a trabalhar com bola no gramado. A expectativa é de que sua apresentação para a Copa do Mundo seja no dia 21 de maio. Seu primeiro trabalho com bola deve ser já neste domingo, nas dependências do PSG.

Nesta segunda-feira, Tite convoca os 23 jogadores que irão compor o elenco para o Mundial da Rússia. Como preparação, a Seleção realizará amistosos contra Croácia e Austria. O primeiro, programado para o dia 3 de junho, deve marcar o retorno definitivo de Neymar em uma partida.

Mesmo com a derrota por 2 a 0 para o Rennes, o PSG voltou a levantar a taça do Campeonato Francês. Em um palco montado no gramado, o brasileiro esteve ao lado de Daniel Alves e dos demais brasileiros, entre eles Thiago Motta, que fez sua despedida pelo clube francês. Mesmo sem jogar desde fevereiro por conta de sua lesão, foi abraçado pelo presidente Nasser Al-Khleaifi, que ainda cravou a permanência do camisa 10 para a próxima temporada.

 



Desfalque da Seleção Brasileira na Copa do Mundo por uma lesão no joelho direito, o lateral Daniel Alves publicou uma mensagem em vídeo em seu Instagram para motivar seus companheiros de Seleção e a torcida brasileira. O jogador agradeceu as mensagens de apoio e pediu energias boas.

“Se vocês tiverem que ficar com alguma coisa minha, que seja com a minha alegria, que seja com a minha vibe, que seja com a minha loucura”, pediu. Pode ser que meu ego esteja um pouco sentido, mas minha alma está em paz porque eu tentei fazer sempre o meu melhor”.

Obrigado!! #foreverGoodCrazy🎬 By @tptglobal @playerstribune

Uma publicação compartilhada por DanialvesD2 My Twitter (@danialves) em

O defensor demonstrou total confiança no Brasil apesar de sua ausência. “Confio muito nesse grupo porque dá o melhor de si quando se junta, quando trabalha, e eu tenho certeza que vai dar tudo certo, já deu tudo certo. Vamos ficar na torcida, não vamos poder estar aí dentro ajudando, mas vamos ficar na torcida de fora. Espero que vocês estejam em paz, espero que vocês estejam bem, porque estou muito bem e acredito que só assim eu vou conseguir me recuperar”, disse.

Dani Alves sofreu a lesão que o tirou do Mundial na última terça-feira, na final da Copa da França. Na ocasião, o Paris Saint-Germain venceu o Les Herbiers, da terceira divisão. Fagner, Rafinha e Danilo surgem como os principais candidatos a ocupar a lateral direita do Brasil na Copa do Mundo.



Neymar se lesionou no dia 25 de fevereiro (Foto: Divulgação/PSG)

O retorno de Neymar ao gramado parece estar cada vez mais próximo. Neste domingo, o Paris Saint-Germain divulgou um boletim médico informativo sobre a condição física do atacante e a notícia é ótima. A 32 dias da Copa do Mundo, o clube informou que o camisa 10 iniciará trabalho com bola neste domingo.

“Os exames de controle realizados hoje (sábado) mostraram uma consolidação satisfatória da lesão no quinto metatarso direito. Neymar, então, vai começar sua preparação física com bola neste domingo no Centro de Treinamento Ooredoo”, publicou o clube.

Neymar sofreu a fratura no pé direito no final do mês de fevereiro e foi operado no começo de março, em Belo Horizonte. A intervenção foi comandada por Rodrigo Lasmar, médico da Seleção Brasileira. O craque seguiu com os trabalhos de fisioterapia no Brasil e retornou à França há cerca de uma semana.

O objetivo é estar 100% recuperado para o Mundial, uma vez que já está confirmado na convocação do técnico Tite, que acontece nesta segunda-feira.

Neste sábado, Neymar comparecerá ao Estádio Parc des Princes para a cerimônia de entrega da taça de campeão francês ao Paris Saint-Germain, após a última partida em casa na temporada diante do Rennes, às 16h (de Brasília).



A notícia de que Daniel Alves está fora da Copa do Mundo abalou a todos. E não seria diferente com um de seus melhores amigos e companheiros no Paris Saint-Germain, Neymar. Na manhã deste sábado, o camisa 10 postou uma foto em seu Instagram em que revela uma tatuagem feita em homenagem ao lateral, juntamente com uma mensagem de apoio.

“Daniel Alves ídolo. Continue forte, irmão”, escreveu o craque.

Neymar manda mensagem de apoio a Daniel Alves (Foto: Reprodução/Instagram)

O lateral-direito sofreu uma séria lesão no joelho na última semana e não estará recuperado a tempo de jogar o Mundial, como foi informado na última sexta-feira pelo médico da Confederação Brasileira de Futebol, Rodrigo Lasmar.

Assim, o técnico Tite ganhou uma grande “pulga atrás da orelha”, já que a convocação para a Copa acontece neste segunda-feira.



Rodrigo Lasmar não deu apenas notícia ruim nessa sexta-feira ao torcedor brasileiro. Na mesma entrevista coletiva em que detalhou o corte de Daniel Alves da Copa do Mundo, o médico da Seleção Brasileira também confirmou que Neymar pode iniciar os trabalhos no campo já na próxima semana.

“Amanhã nós vamos fazer alguns exames no Neymar”, confirmou Lasmar, para em seguida explicar os próximos passos da recuperação do camisa 10 de Tite.

“Ele vem evoluindo muito bem, uma recuperação dentro do que imaginamos desde o primeiro momento. Esses exames são importantes para que, a partir disso, a programação seja feita. Clinicamente ele está muito bem, os exames serão feitos, após os resultados nós vamos ter uma programação diferente”.

No fim de fevereiro, Neymar fraturou o quino metatarso do pé direito, o famoso dedinho. Depois de cirurgia realizada justamente por Rodrigo Lasmar, e sob a companhia de Gérard Saillant, médico francês indicado pelo Paris Saint-Germain, em Belo Horizonte, no dia 3 de março, o atacante vinha apenas realizando fisioterapia.

“A ideia é que, a partir da semana que vem, se tudo estiver dentro do imaginado, ele comece a fazer trabalho dentro do campo, mas isso é a página seguinte, é após os exames serem realizados”, continuou o doutor, antes de concluir. “Ele já esgotou tudo que tinha para ser feito de fisioterapia”.

Desde a semana passada, Neymar está em Paris e já apareceu até batendo bola (veja abaixo). O craque é presença garantida na lista final de Tite, a ser anunciada na próxima segunda-feira, e corre contra o tempo para estar pronto para a estreia da Seleção na Rússia, dia 17 de junho, contra a Suíça.