Futebol/Copa do Brasil

Ganso marca à la Renato Gaúcho e Fluminense avança na Copa do Brasil

Gazeta Press - Rio de Janeiro , RJ
06/03/2019 23:29:57 — 07/03/2019 00:00:15

Em: Copa do Brasil, Fluminense, Notícias

O Fluminense se classificou para a terceira fase da Copa do Brasil ao derrotar o Ypiranga, de Erechim, por 3 a 0, em partida disputada na noite desta quarta-feira, no Maracanã. O destaque do jogo foi o meia Paulo Henrique Ganso que marcou seu primeiro gol com a camisa do Tricolor das Laranjeiras. O meia empurrou a bola para as redes com a barriga, o que fez lembrar o gol marcado por Renato Gaúcho contra o Flamengo na decisão carioca de 1995. Everaldo e Luciano completaram o marcador. Agora, o Fluminense vai enfrentar o Luverdense na próxima etapa da competição nacional.

A vitória do Fluminense foi merecida porque a  equipe dirigida por Fernando Diniz foi superior durante os 90 minutos e poderia ter alcançado um resultado ainda mais folgado, caso não tivesse optado por administrar a vantagem no segundo tempo. O Ypiranga mostrou uma equipe combativa, mas muito limitada tecnicamente, que encontrou muita dificuldade para segurar o ímpeto dos tricolores.

Ganso marcou um dos gols do Flu (Foto: LUCAS MERÇON / FLUMINENSE F.C)

O Jogo – O Fluminense partiu para o ataque assim que a partida começou e, aos dois minutos, criou a primeira chance para marcar. Ganso recebeu na área e chutou forte, mas o goleiro Deivity fez grande defesa, desviando para escanteio. Aos quatro, Everaldo marcou o primeiro gol. O goleiro Deivity recebeu uma bola recuada e chutou em cima de Luciano. Everaldo aproveitou a sobra e empurrou para o gol vazio.

O domínio tricolor era completo. Aos nove minutos, Ganso fez ótimo lançamento para Everaldo que não conseguiu concluir a jogada e perdeu a chance de ampliar a vantagem tricolor.

O time gaúcho parecia intimidado pela pressão do Fluminense e quase nao conseguia organizar jogadas de ataque, enquanto a equipe carioca seguia tocando a bola no campo adversário em busca do segundo gol. Aos 15, Ganso cruzou e Bruno Silva cabeceou para fora, desperdiçando mais uma oportunidade.

Só aos 21 minutos é que o Ypiranga chegou, pela primeira vez, na área carioca com um chute de Faísca que Rodolfo defendeu sem dificuldades. Aos 30 minutos, Caio Henrique recebeu de Yony González e bateu cruzado e a bola passou bem perto da trave esquerda de Deivity.

O Fluminense ampliou aos 36 minutos. Ganso fez ótimo lançamento para Caio Henrique que invadiu a área e tocou para Luciano completar para as redes. Aos 40 minutos, Gilberto foi derrubado no bico esquerdo da área. Ganso bateu colocado, mas Deivity conseguiu espalmar para escanteio. No último lance importante da etapa inicial, Ganso fez grande jogada individual e serviu Gilberto que bateu para fora.

Os dois times voltaram sem modificações para o segundo tempo e o Ypiranga tentou assumir uma postura mais agressiva para tentar reduzir a vantagem do time da casa. O Fluminense demorou a engrenar no segundo tempo, mas acabou marcando o terceiro gol aos 12 minutos. Após cruzamento na área, Digão escorou de cabeça e Ganso, de barriga, empurrou para as redes. Foi o primeiro gol do meia com a camisa do Fluminense.

Depois do terceiro gol, o Fluminense reduziu seu ritmo e passou a tocar a bola para gastar o tempo. Aos 20 minutos, Allan arriscou da entrada da área e mandou por cima do travessão. Aos 30 minutos, Fernando Diniz decidiu substituir Paulo Henrique Ganso e o meia deixou o campo muito aplaudido pela torcida tricolor.

Com a partida decidida a seu favor, o Fluminense se preocupou apenas em administrar a grande vantagem, enquanto o Ypiranga, sem forças para reagir, não conseguiu sequer dar trabalho ao goleiro Rodolfo. Nos acréscimos, o Fluminense quase chegou ao quarto gols, após boa troca de passes, mas a conclusão de Danielzinho foi desviada pela zaga gaúcha.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 3 X 0 YPIRANGA-RS

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data: 6 de março de 2019, quarta-feira
Hora: 21h30 (de Brasília)
Público: 5.847 pagantes
Árbitro: Leandro Bizzio Marinho (SP)
Assistentes: Herman Brumel Vani (SP) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP)
Cartão Amarelo: Bruno Silva(Flu); Léo Kanu(Ypi)
Gols:
FLUMINENSE: Everaldo, aos quatro e Luciano aos 36 minutos do primeiro tempo; Ganso, aos 12 minutos do segundo tempo
FLUMINENSE: Rodolfo; Gilberto (Marquinhos Calazans), Digão, Matheus Ferraz e Caio Henrique; Airton (Allan), Bruno Silva e Paulo Henrique Ganso (Danielzinho); Everaldo, Luciano e Yonny González
Técnico: Fernando Diniz

YPIRANGA: Deivity; Wesley, Léo Kanu, Wagner e Rafael Klein; Henrique, Flávio (Fidélis), Faísca e Vinicius Tsumita (Lima); Marcinho (Joãozinho) e Jackson
Técnico: Círio Quadros