Futebol/Campeonato Baiano

Bahia repete 7 a 1, atropela Feirense e aplica maior goleada da Fonte Nova

GazetaEsportiva.net - Salvador , BA -
08/03/2015 17:57:00

Em: Bahia, Campeonato Baiano, Campeonatos, Campeonatos Estaduais, Futebol, Vitória

Os rivais Bahia e Vitória viveram situações distintas na sexta rodada do Campeonato Baiano. Enquanto o Tricolor protagonizou o maior placar da nova Arena Fonte Nova ao golear o Feirense por 7 a 1, o Vitória não saiu do zero contra o Juazeirense, no estádio Adauto Moraes. Com o resultado histórico, o Bahia lidera o grupo 1 do Campeonato Baiano com 10 pontos.

Léo Gamalho e Kieza marcam cinco vezes e Bahia faz história – Dependendo apenas de si mesmo para avançar à próxima fase, o Bahia não demorou para abrir o placar (e ampliá-lo, em seguida). Aos 17 minutos, Léo Gamalho arriscou da intermediária e anotou um golaço. Apenas cinco minutos depois, o Samurai Tricolor voltou a brilhar após uma bela jogada individual de Kieza pela esquerda, que rolou para a área e encontrou Léo Gamalho sozinho, pronto para empurrar para a rede.

Na marca dos 28, o Feirense quase diminuiu a desvantagem quando Murilo concluiu de primeira e viu o goleiro Jean salvar em cima da linha, para o alívio dos tricolores presentes na Fonte Nova. No entanto, a tarde estava mesmo reservada para uma festa de Léo Gamalho. Mais uma vez trabalhando em sincronia com Kieza, o Samurai Tricolor recebeu o cruzamento rasteiro para trás e teve tempo de ajeitar a bola no pé antes de tocar para o gol e comemorar.

Ainda houve tempo para mais um no primeiro tempo, quando Kieza aproveitou cruzamento de Souza, aos 39, e finalmente anotou o seu gol na partida, transformando a vitória em goleada expressiva. Léo Gamalho deixou o campo para o intervalo afirmando que buscaria mais gols na etapa final. No entanto, quem balançou as redes logo no início do segundo tempo foi Antônio Carlos. O lateral do Feirense aproveitou um rebote deixado por Jean, subiu sozinho e testou para diminuir a desvantagem na goleada.

A esperança do Feirense durou apenas dois minutos, uma vez que Kieza anotou o seu segundo gol aos 11, ao receber lançamento e tocar na saída do goleiro Gutierre. Ainda teve ovação para o volante Souza, aniversariante deste domingo. Aos 27, Léo Gamalho voltou a levar perigo batendo cruzado na saída do goleiro, mas a bola bateu na trave. No rebote, Maxi Biancucchi teve apenas o trabalho de tocar para o gol vazio, anotando o seu primeiro em campo e o sétimo do Bahia na partida.

Apenas três minutos depois, Willians Santana recebeu sozinho na entrada da área e finalizou cruzado para fazer o sétimo e último gol do Bahia – a essa altura, a maior goleada da história da nova Arena Fonte Nova. A bola ainda passou entre as pernas de Gutierre, visivelmente decepcionado com o placar final.

Vitória sofre com calor, joga mal e não sai do zero – Enquanto o rival Bahia fazia história na Fonte Nova, o Vitória decepcionava sua torcida no Adauto Moraes. O Rubro-Negro ficou no empate sem gols e sem sal contra o Juazeirense.

Com o resultado, o Vitória continua como o segundo colocado do grupo 2 do Campeonato Baiano, com 10 pontos. O líder Vitória da Conquista tem 11, mas com um jogo a menos. Além disso, Jacuipense e Catense ainda jogam nesta rodada e podem ultrapassar o Rubro-Negro.