Recurso de Platini contra afastamento será julgado pela CAS até sexta-feira

São Paulo, SP

07-12-2015 22:35:55

 

O futuro de Michel Platini, lenda do futebol francês e presidente da Uefa, será conhecido até esta sexta-feira. Pelo menos esse foi o prazo que a Corte Arbitral do Esporte (CAS) estipulou para julgar o recurso do dirigente contra sua suspensão de 90 dias de qualquer atividade relacionada à modalidade, imposta pelo Comitê de Ética da Fifa no dia 8 de outubro.

Nesta terça-feira, os advogados de ambas as partes se reunirão em audiência preliminar na sede da entidade, em Lausanne, na Suíça. Então, a decisão final será divulgada através de comunicado do CAS nos dias seguintes.

Platini recebeu US$ 2 milhões (aproximadamente R$ 7,5 mi) do presidente afastado da Fifa Joseph Blatter. O francês alega que prestava consultoria à entidade, mas a falta de um contrato para comprovar a relação trabalhista legal entre ambos contribuiu para a suspensão, que também atingiu o secretário-geral Jérôme Valcke. Uma nota interna da Uefa utilizada como "álibi" pelo ex-jogador da seleção francesa não foi considerada como comprovante válido na decisão do Comitê de Ética.

Em caso de ter seu afastamento temporariamente revogado, o dirigente poderia retomar sua candidatura à presidência da Fifa, em eleições previstas para 26 de fevereiro de 2016. Em seu lugar, o secretário-geral da Uefa, Gianni Infantino, recebeu apoio da entidade europeia para o pleito.

Se o recurso for julgado improcedente, Platini permanecerá suspenso do futebol até o dia 5 de janeiro.

Deixe seu comentário