CBF vence batalha judicial, derruba liminar e terá eleições nesta quarta

São Paulo, SP

15-12-2015 20:46:43

Apesar dos protestos em frente à sua sede nesta terça-feira, a CBF conseguirá realizar a eleição para vice-presidente nesta quarta (16). A entidade conseguiu derrubar em segunda instância a liminar que impedia o pleito no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

Assim, o substituto de José Maria Marin, que está em prisão domiciliar no Estados Unidos e renunciou através de carta, será conhecido na tarde desta quarta-feira. Mas seu nome não será surpresa: Antonio Carlos Nunes, conhecido como Coronel Nunes, vice-presidente da Federação Paraense, é o único candidato.

A notícia frustra os opositores de Marco Polo del Nero, presidente licenciado do cargo e acusado pelos mesmos de fazer manobra política. Delfim Pádua Peixoto, de 74 anos, é até o momento o vice-presidente mais velho da entidade e, assim, sucessor natural em caso de queda do mandatário, que é investigado por corrupção nos EUA.

Mas Nunes, de 79, passará a ocupar tal posto com a realização da eleição nesta quarta. Para impedir que isso acontecesse, Peixoto conseguiu no último sábado, na 2ª Vara Cível do Rio de Janeiro, a liminar que impedia o pleito.

A CBF reagiu rapidamente e entrou com recurso para garantir que a assembleia geral eleitoral pudesse acontecer normalmente, e teve sucesso na noite desta terça, com a decisão da desembargadora Claudia Pires, baseada na carta de renúncia de Marin e classificando a eleição do vice como benéfica para o funcionamento da entidade.

Deixe seu comentário