Diretoria do Vasco procura fato novo para buscar reação na Série B

Gazeta Press - Rio de Janeiro,RJ

07-09-2021 21:03:02

Com a derrota para o Avaí na segunda-feira, o Vasco segue se afastando cada vez mais do objetivo de voltar à Série A em 2022. O Cruzmaltino, que abriu a 23ª rodada da competição , agora seca os adversários para não perder posições na tabela. Mais importante que isso é não se distanciar do G4.

As reações ao revés na Ressacada foram fortes e a diretoria se vê pressionada para produzir um fato novo que mude o ambiente em São Januário. O técnico Lisca continua prestigiado, embora comece a receber críticas e não tem mais a confiança total da torcida.

Se Marcelo Cabo deixou o clube com um aproveitamento de 56% em 29 partidas, o novo comandante tem apenas 36% após 12 jogos. Além disso, as opções do treinador também começam a serem questionadas, como a escalação do volante Rômulo.

Os próximos dias serão de reuniões da cúpula do futebol vascaíno. Apesar de ser pouco provável a demissão de Lisca, novos nomes podem chegar para engrossar a comissão técnica.


Os dois últimos reforços para Série B, o atacante equatoriano Jhon Sánchez e o zagueiro Walber devem iniciar treinamentos esta semana. O momento não poderia ser melhor, já que o atacante Daniel Amorim está suspenso pelo terceiro amarelo e Miranda enfrenta problemas com exame antidoping positivo.

O Vasco só volta a jogar no dia 16, contra o CRB, em Maceió, e Lisca espera usar esse tempo para ajustar a equipe.

"Temos que assimilar essa derrota e temos um tempo para trabalhar. E vamos ver o que a gente vai poder melhorar, tem muita coisa que precisa melhorar tanto no aspecto defensivo como ofensivo. Esse é o nosso propósito agora pros próximos jogos", afirmou o treinador após a derrota na Ressacada.

Com 32 pontos, o Cruzmaltino ocupa a nona colocação na tabela e está a seis do G4. Mas, dependendo dos resultados da rodada, pode cair até duas posições e ficar a 9 pontos do grupo de acesso.

Deixe seu comentário