Versátil, Ytalo se põe à disposição para jogar de centroavante e meia

José Victor Ligero - São Paulo,SP

08-06-2016 12:55:38

O meia-atacante diz que sua versatilidade é fruto do trabalho com o técnico Fernando Diniz, no Audax

Ytalo deixa nas mãos de Edgardo Bauza sua posição no time tricolor (Foto: Rubens Chiri/SPFC)
Ytalo deixa nas mãos de Edgardo Bauza sua posição no time tricolor (Foto: Rubens Chiri/SPFC)

Autor do gol da vitória do São Paulo por 1 a 0 sobre o Cruzeiro, no último domingo, pelo Campeonato Brasileiro, Ytalo entrou na vaga deixada pelo meia Paulo Henrique Ganso, que viajou às pressas aos Estados Unidos para integrar o elenco da Seleção Brasileira na disputa da Copa América Centenário. Vice-campeão paulista pelo Grêmio Osasco Audax, o jogador de 28 anos concedeu entrevista coletiva na manhã desta quarta-feira, no CCT da Barra Funda, onde se mostrou disponível para atuar tanto como centroavante, como de meia armador.

Integrando o grupo são-paulino desde o fim de maio, Ytalo revelou que ter sido comandado por Fernando Diniz, no Audax, o ajudou a se adaptar às funções de meia e centroavante. Diante da Raposa, foi o responsável por fazer o jogo "rodar", mas apareceu na área para girar e bater sem chances para o goleiro Fábio. 

"Quando joguei no time de Alagoas (Corinthians Alagoano, em 2005) fiz função de centroavante, nesse Paulistão joguei bem aberto, lá no Audax a gente sempre rodava muito, então isso me ajudou bastante", contou o autor de dois dos quatro gols do time de Osasco na goleada por 4 a 1 sobre o São Paulo, nas quartas de final do Campeonato Paulista.

"Independente disso, tenho que trabalhar forte todos os dias pra jogar de nove ou em outra posição e quando aparecer a oportunidade, aproveitar.  Em qualquer posição estarei à disposição. Isso eu deixo para o Patón resolver", acrescentou o camisa 37, que no treinamento desta manhã fez dupla com o argentino Jonathan Calleri em uma atividade de ataque contra defesa comandada pelo técnico Edgardo Bauza.

Enquanto Ganso não volta à equipe, Ytalo deve fazer a função do camisa 10 são-paulino no próximo compromisso do Tricolor, neste sábado, às 21 horas (de Brasília), no Morumbi, pela sétima rodada do Brasileirão. O meia-atacante, porém, destaca não ter as mesmas características de jogo do companheiro.

"O Ganso joga de um jeito, eu jogo de outro. Mudou a forma de jogar, sou mais finalizador, entrei para rodar o jogo e finalizar dentro da área. Mas o time se encaixou do mesmo jeito e conseguimos sair com a vitória", concluiu. 

Deixe seu comentário