Futebol/Campeonato Brasileiro

Último técnico campeão pelo São Paulo, Ney Franco vive pressão na Chape

São Paulo , SP
21/07/2019 09:00:12

Em: Brasileiro Série A, Escolha do editor, Futebol, São Paulo

Último técnico campeão pelo São Paulo, Ney Franco está pressionado na Chapecoense. E o duelo com o ex-clube, marcado para a próxima segunda-feira, às 20 horas (de Brasília), no Morumbi, pode definir o futuro do treinador no time catarinense, que ocupa a zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Na última rodada, a Chapecoense perdeu para o Atlético-MG por 2 a 1, na Arena Condá, e caiu para a 18ª colocação do torneio nacional. Após a partida, o presidente Plinio David de Nes Filho declarou apoio a Ney Franco e disse que o momento é de “serenidade”.

Ney Franco foi campeão pelo São Paulo, mas deixou o clube sem deixar saudade (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

No entanto, uma derrota no Morumbi, aliada a uma combinação negativa de resultados, pode tornar a situação do Verdão do Oeste ainda mais difícil e mudar os planos da diretoria. Portanto, para seguir no cargo, Ney Franco precisará atingir um feito inédito.

O treinador jamais venceu o ex-clube após ser demitido em julho de 2013, após derrota para o Corinthians na primeira final da Recopa Sul-Americana. Desde então, foram cinco derrotas em um total de cinco confrontos, sendo dois pelo Vitória, dois pelo Coritiba e um pelo Flamengo (veja lista abaixo).

05/10/2013: São Paulo 3 x 2 Vitória (Morumbi)
18/05/2014: São Paulo 2 x 0 Flamengo (Maracanã)
09/11/2014: São Paulo 2 x 1 Vitória (Barradão)
12/07/2015: São Paulo 3 x 1 Coritiba (Morumbi)
25/10/2015: São Paulo 2 x 1 Coritiba (Couto Pereira)

Pela Chape, Ney Franco tem aproveitamento de apenas 40% (Foto: ACF/Divulgação)

Polêmicas
Durante sua passagem de um ano pelo clube do Morumbi (de 5 de julho de 2012 a 5 de julho de 2013), Ney Franco acumulou episódios polêmicos e desavenças. A principal delas foi justamente com o ex-goleiro Rogério Ceni, com quem se desentendeu após contrariar o então capitão durante uma partida com a LDU de Loja pela Sul-Americana.

Na ocasião, Ceni gesticulou pedindo a entrada de Cícero. O treinador ignorou e colocou Willian José. Na entrevista coletiva após o empate por 0 a 0 no Morumbi, Ney Franco mandou um recado: “Eu sou o treinador, quem decide sou eu”. Mais tarde, o ambiente também ficou prejudicado após o técnico afastar sete jogadores, medida que não foi bem aceita pelo elenco na época.

Título
Apesar de tudo, Ney Franco conquistou o título da Copa Sul-Americana de 2012 em sua turbulenta passagem pelo Morumbi. Ele, por sinal, é o último técnico a conseguir ser campeão pelo Tricolor. Após sua saída, 11 treinadores já passaram pelo clube, contando com Cuca, atual treinador, mas nenhum deles levantou um troféu.

Retrospecto
Sob o comando de Ney Franco, o São Paulo disputou um total de 79 partidas, contabilizando 41 vitórias, 16 empates e 22 derrotas – aproveitamento de 58,6%. Pela Chapecoense, os números são ainda piores: seis vitórias, quatro empates e oito derrotas – aproveitamento de 40%.




×
Quer receber notícias do São Paulo?