Tricolor homenageia Mário Sérgio e outros ex-atletas : "Heróis não morrem"

São Paulo, SP

29-11-2016 22:54:46

Após manifestar apoio à Chapecoense por conta do acidente aéreo na Colômbia, o São Paulo prestou uma homenagem aos ex-atletas que se vitimaram na tragédia. O lateral direito que estava emprestado à Chape, Matheus Caramelo, o meia Cléber Santana e o ídolo Mário Sérgio fizeram parte da história tricolor e integram a lista de 71 mortos.

LEIA MAIS:

"Não há morte mais importante que outra. Tampouco há palavra de conforto que agora amenize a dor de quem sofre a perda repentina numa tragédia tão grande quanto inesperada. A história do São Paulo FC, porém, se entrelaça com a de três das vítimas do acidente aéreo na Colômbia que resultou na morte de 71 pessoas entre a delegação da Associação Chapecoense de Futebol", declarou o clube através do site oficial.

Além de citar a tristeza com o ocorrido, o Tricolor relembrou um pouco da carreira dos três atletas e disse estar disponível para apoiar o clube catarinense neste momento difícil.

Mário Sérgio chegou ao Morumbi com status de craque, após brilhar no Internacional e em outros clubes. Ele foi contratado para substituir o lesionado Zé Sérgio e ajudar a equipe na conquista do Campeonato Paulista de 1981 e defendeu a equipe em 62 ocasiões, tendo balançado a rede oito vezes. Atualmente, Mário era comentarista do canal FoxSports.

(Foto: Divulgação)
Cléber Santana chegou ao Morumbi em 2010 (Foto: Divulgação)

Cléber Santana, capitão alviverde, também foi outro que chegou ao São Paulo como contratação de peso. Após defender o Atlético de Madrid e o Mallorca pelo Campeonato Espanhol, ele aceitou voltar para o Brasil em 2010 e defender as cores são-paulinas, clube em que atuou por dois anos, tendo jogado 48 partidas e anotado três gols.

(Foto: Divulgação)
Caramelo chegou ao São Paulo entre 2013 (Foto: Divulgação)

Já Caramelo chegou ao Tricolor bem mais jovem e bem menos badalado. O defensor fez bom Estadual pelo Mogi Mirim, em 2013 e encantou os olhos do gigante paulista. Ele vestia a camisa da Chape por empréstimo, após boas oportunidades de titular com Edgardo Bauza, no primeiro semestre.

Deixe seu comentário