Sem Léo, saída de bola pela esquerda vira desafio para o São Paulo na Libertadores

São Paulo, SP

27-04-2021 06:00:39

O São Paulo terá de superar algumas dificuldades ocasionadas pela ausência de Léo na partida da próxima quinta-feira, contra o Rentistas, do Uruguai, pela segunda rodada da fase de grupos da Libertadores.

Sem poder contar com o zagueiro, que foi expulso na estreia do Tricolor no torneio continental, o técnico Hernán Crespo escalar um trio de zaga composto por Arboleda, Miranda e Bruno Alves, e embora ganhe em alguns aspectos, perderá em outros. Um deles é a saída de bola pela esquerda.


Com Léo, que é lateral-esquerdo de origem, o São Paulo tem tido bastante facilidade para agredir por este lado do campo. Bastante ativo na saída de bola, o zagueiro improvisado se acostumou a dar passes em profundidade para Reinaldo, que, mais adiantado, também vem se estabelecendo como o principal garçom da equipe, com quatro passes para gol em 2021, depois de ter sido líder em assistências em 2020, com 12.

Bruno Alves é quem tem jogado na vaga de Léo quando o zagueiro não está à disposição. O defensor, que se destaca pela boa marcação e posicionamento, não possui a mesma destreza com a bola nos pés, comprometendo o desenvolvimento de Reinaldo na lateral esquerda e travando de certa forma a saída de bola pelo setor.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Com quatro dias para preparar a equipe para o duelo com o Rentistas, do Uruguai, Hernán Crespo terá de resolver um dos problemas que vem sendo mascarados por causa da grande fase do time, que soma sete vitórias consecutivas na atual temporada. A ver como o treinador argentino irá contornar esse importante obstáculo para o segundo jogo do Tricolor na Libertadores.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do São Paulo?