River Plate pode se tornar mais um argentino na lista de carrascos recentes do Tricolor

São Paulo, SP

29-09-2020 09:00:50

O São Paulo enfrenta o River Plate nesta quarta-feira, às 21h30 (de Brasília), em Avellaneda, partida válida pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores e que pode dar fim à trajetória do Tricolor na atual edição do torneio. Caso não vença na Argentina, a equipe comandada por Fernando Diniz estará eliminada.

Dependendo apenas de si para confirmar sua vaga nas oitavas de final da Libertadores, o River Plate sabe da importância do jogo para o São Paulo e poderá se tornar mais um carrasco argentino do clube brasileiro em sua história recente. Nos últimos anos, o Tricolor se acostumou a sofrer encarando os ‘hermanos’.


Em 2017, com Rogério Ceni como treinador, o São Paulo acabou sendo eliminado pelo modesto Defensa y Justicia na Copa Sul-Americana. Depois de empatar sem gols na Argentina, o Tricolor sucumbiu dentro de casa, no Morumbi, ao ficar no 1 a 1.

Já no ano seguinte foi a vez do Colón jogar um balde de água fria sobre a torcida do São Paulo. Novamente buscando avançar na Copa Sul-Americana, o Tricolor perdeu para os argentinos no Morumbi, por 1 a 0, mas venceu a partida de volta, fora de casa, pelo mesmo placar, fato que forçou a decisão nos pênaltis. Mas, na marca da cal, melhor para os anfitriões, que acabaram levando a melhor por 5 a 3 e carimbando mais um vexame são-paulino no continente.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Como se não bastasse, em 2019 o destino quis que o Talleres entrasse para o clube de times argentinos que eliminaram o São Paulo nos últimos anos. Pela Pré-Libertadores, a equipe então comandada pelo promissor André Jardine perdeu por 2 a 0 na Argentina e ficou apenas no empate sem gols na partida de volta, no Morumbi, tendo de dar adeus ao principal torneio da América do Sul ainda na fase preliminar.

Vindo de três temporadas consecutivas caindo para argentinos em competições continentais, o São Paulo pode sofrer mais uma eliminação para uma equipe ‘vizinha’ nesta quarta-feira, embora a partida não seja de mata-mata. Basta não vencer o River Plate, em Avellaneda, para que o Tricolor volte para casa com um novo vexame na bagagem. Se serve de consolo para a torcida, desta vez, ao menos, seria para um dos gigantes sul-americanos.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do São Paulo?