Raí exalta perfil “agregador” de Aguirre e promete cobrar elenco

São Paulo , SP
13/03/2018 16:21:28 — 13/03/2018 17:47:11

Em: Campeonato Paulista, Copa do Brasil, Escolha do editor, Futebol, São Paulo
Raí exaltou perfil “agregador” para justificar Diego Aguirre no São Paulo (Foto: Fernando Dantos/Gazeta Press)

A tarefa de demitir Dorival Júnior foi dolorosa, segundo Raí. Em compensação, o diretor-executivo de futebol do São Paulo tem convicção no trabalho de seu sucessor, o uruguaio Diego Aguirre, cujo perfil é considerado o ideal para reerguer o Tricolor.

“(A dor) É muito grande. Sofremos antes, mas friso a elegância, a hombridade e o reconhecimento impressionantes do Dorival como pessoa. A dor é sempre a mesma, mas teve a postura dele, estando aqui todo dia às 7 da manhã, dedicado, trabalhando, trocando ideias do que faltava e poderia melhorar”, ressaltou Raí ao canal Sportv.

Aguirre foi o primeiro técnico escolhido ao gosto de Raí, que chefia o departamento de futebol tricolor desde dezembro de 2017. Os dois, inclusive, jogaram juntos no São Paulo durante o segundo semestre de 1990. O conhecimento do futebol brasileiro e o estilo de trabalho do treinador pesaram na contratação, de acordo com o executivo de futebol.

“É alguém em quem acreditamos porque busca atualização contínua, é agregador e, ao mesmo tempo, cobra. Nos times em que passou, colocou um padrão de jogo interessante. Saiu do Inter na semifinal da Libertadores, chegou às quartas da Libertadores (com o Atlético-MG), conquistou títulos no Uruguai. E conhece o futebol brasileiro e traz ideias de fora. É uma decisão calculada”, argumentou Raí.

Elogioso ao elenco são-paulino, Raí também não descartou trazer reforços para Aguirre, mas prometeu fazer cobranças aos jogadores, que ainda não convenceram a torcida neste início de temporada.

“O São Paulo tem um grupo qualificado, que pode e vai melhorar. Sabemos que faltam peças, mas cheguei no fim da temporada, não dá tempo de fazer gestão de elenco. Temos carências e estamos de olho no mercado, mas temos condições de brigar no Paulista”, avaliou o diretor.

“Obviamente, depende da resposta deles. É um grupo em quem confio, falei isso para eles, que tem qualidade e bom número para a temporada toda. Mas vamos cobrar ao máximo. Agora, a bola está com eles”, finalizou Raí.

Enquanto Aguirre ainda busca sua regularização para trabalhar no País, o auxiliar permanente André Jardine irá comandar interinamente o São Paulo no duelo com o CRB-AL, nesta quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), em Maceió, pelo jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil. Vencedor do duelo de ida por 2 a 0, o Tricolor avançará na competição mesmo com uma derrota por um gol de diferença.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com