Gazeta Esportiva

Rafinha pede, e Luan cede camisa 13: “Sou supersticioso demais”

Marcelo Baseggio - São Paulo,SP

17/01/22 | 13:36 - 17/01/22 | 16:28

Um dos xodós da torcida tricolor, Luan abriu mão da camisa 13 no São Paulo. Agora a numeração pertencerá a Rafinha, contratado para a temporada de 2022 e que durante toda a sua carreira atuou com ela nas costas.

“Conversei com o Luan, um garoto que tem um futuro maravilhoso, de muita qualidade. Conversei com ele, porque o torcedor do São Paulo tem muita identificação. Ele gosta muito da camisa 13 e ele gentilmente me cedeu a camisa 13, número com o qual joguei toda a minha carreira”, comentou Rafinha.


O grande motivo para que o lateral-direito decidisse pedir esse favor a Luan foi a superstição. Embora tenha amargado o rebaixamento com o Grêmio no ano passado, Rafinha teve sucesso em todos os outros clubes vestindo a camisa 13, sendo, inclusive, um dos oito atletas brasileiros que venceram Liga dos Campeões e Libertadores.

“Sou supersticioso demais e gosto muito da camisa 13. A gente sempre procura conversar, trocar ideias. No que puder ajudar, vou ajudar por ter um pouco mais de experiência. Estou feliz e espero que possamos fazer um grande ano aqui”, completou.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário