Marcelo Portugal Gouvêa critica falta de transparência em processo eleitoral do São Paulo

Marcelo Baseggio - São Paulo,SP

12-12-2020 17:09:05

Candidato à presidência do Conselho Deliberativo do São Paulo pela chapa “Resgate Tricolor”, Marcelo Marcucci Portugal Gouvêa acabou derrotado por Olten Ayres de Abreu Jr por 153 votos a 80. Passada as eleições, o filho do ex-presidente do clube, Marcelo Portugal Gouvêa, criticou o processo eleitoral, alegando falta de transparência.

"O Marcos Tadeu, presidente da assembleia geral, negou o pedido de recontagem dos votos feito pelo Roberto Natel. Dois dias depois, saiu como candidato à vice-presidência do Conselho Deliberativo pela chapa grafite [Juntos pelo São Paulo], ou seja, ele tinha interesse na decisão de não promover a recontagem dos votos. Em outros tempos, isso seria inaceitável no São Paulo", disse Marcelo Marcucci Portugal Gouvêa.


“Depois da assembleia a tendência era essa. Fiquei feliz com a campanha, uma campanha propositiva, feliz que participei desse processo, aprendi muita coisa. O São Paulo precisa tomar cuidado com algumas coisas, o processo eleitoral como um todo deixou muito a desejar em termos de transparência, compliance, que a chapa vencedora pregou na campanha, mas não fez isso durante o processo eleitoral. Espero que agora durante a gestão possam fazer isso”, completou.

Embora tenha criticado a falta de transparência do processo eleitoral, Marcelo Marcucci Portugal Gouvêa reconheceu a legitimidade da vitória de Olten Ayres de Abreu Jr, ainda que não tenha descartado a possibilidade de fraude na assembleia geral por causa de uma falha no sistema de contagem dos votos.

“Eu não sou perito para falar se houve algum problema no sistema de contagem ou não, mas, até o momento, o que se tem é uma vitória do candidato da situação, e eu, como são-paulino que sou, só tenho a desejar que ele faça a melhor gestão possível, que possa fazer tudo o que prometeu durante a campanha, de ser um Conselho independente, autônomo, que não esteja ligado diretamente à diretoria”, concluiu.

Deixe seu comentário