Maicon admite falhas no São Paulo e projeta reação na Copa do Brasil

José Victor Ligero - São Paulo , SP
07/02/2017 17:36:20 — 07/02/2017 19:10:53

Em: Campeonato Paulista, Copa do Brasil, Futebol, São Paulo

Apenas cinco dias após conceder entrevista coletiva, o zagueiro Maicon voltou à sala de imprensa do CCT da Barra Funda nesta terça-feira para explicar a derrota por 4 a 2 para o Audax e projetar a sequência do São Paulo na temporada. O capitão admitiu os erros de comunicação externados por Rogério Ceni no último domingo e disse que o técnico irá corrigi-los para os próximos compromissos do time.

“Que houve falha não podemos negar. Temos uma equipe muito forte, que não está habituada a sofrer tantos gols assim. Mas o professor Rogério está atento a essas falhas e vai trabalhar para que a gente corrija isso para o jogo de quinta-feira”, afirmou Maicon, antes do treino tático fechado à imprensa.

“A comunicação é importante, tem que falar, para evitar bate cabeça. Não quero dizer que houve bate cabeça, mas alguns lances poderiam ter sido evitados”, acrescentou, referindo-se ao primeiro gol do Audax, que se aproveitou de uma atrapalhada entre Douglas e Buffarini.

Maicon também minimizou as falhas da zaga, ponto forte do time no ano passado. “A equipe está bem defensivamente, foi apenas um erro. Vamos tentar corrigir isso nas outras partidas, para não se repetir, como foi contra o Audax”, argumentou.

A primeira oportunidade que o Tricolor terá para mostrar que solucionou os problemas revelados na derrota para o Audax será o confronto com o Moto Club, nesta quinta-feira, pela estreia na Copa do Brasil. Embora o empate garanta a classificação à fase seguinte, o time do Morumbi irá a São Luís (MA) em busca da vitória, segundo Maicon.

“O empate é nosso, mas se formos com essa mentalidade podemos perder. Vamos para cima, colocar nossa identidade, assim como fizemos no último jogo. A equipe perdeu, mas não jogou completamente mal. A gente teve muita oportunidade, poderíamos ter evitado gols, mas é bola pra frente, temos tudo para sairmos classificados”, disse o zagueiro, rechaçando uma eventual crise no Morumbi em caso de derrota no Maranhão.

“Não dá para pensar que vamos perder porque nosso pensamento não é esse. Não podemos falar em crise em cinco jogos de temporada, o campeonato está só começando”, concluiu.




×
Quer receber notícias do São Paulo?