Léo fora da zaga ou chance a Patryck? Veja as opções de Crespo para a lateral esquerda

São Paulo, SP

21-08-2021 07:00:27

O São Paulo enfrenta o Sport, neste domingo, às 20h30 (de Brasília), na Ilha do Retiro, sem suas duas opções para a lateral esquerda. Tanto Reinaldo quanto Welington não poderão atuar no Recife e, com isso, o técnico Hernán Crespo vem tendo de quebrar a cabeça para definir o substituto para o setor.

Reinaldo está fora de ação pelo fato de ter recebido o terceiro cartão amarelo na última rodada, contra o Grêmio, no estádio do Morumbi. Desta maneira, o camisa 6 tricolor será forçado a cumprir suspensão automática contra o Sport.

Já Welington se recupera de uma pequena lesão na coxa esquerda. O lateral formado nas categorias de base do Tricolor sentiu o problema durante o jogo de ida das quartas de final da Copa Libertadores, contra o Palmeiras, no Morumbi.


Sem as duas opções para a lateral esquerda, o técnico Hernán Crespo deve optar por deslocar Léo para a sua posição de origem, embora o atleta tenha se acostumado a atuar como zagueiro desde a “Era Diniz”. Outra alternativa é dar uma oportunidade a Patryck, lateral da equipe sub-20 e que eventualmente é relacionado para partidas do time profissional.

Patryck tem apenas 18 anos, mas já participou da rotina no CT da Barra Funda diversas vezes. Em 2019, foi relacionado para o duelo com o CSA, em Alagoas, na última rodada, ficando no banco de reservas. Já no ano passado, com Fernando Diniz, chegou a treinar frequentemente com o elenco profissional e ser incluído para alguns jogos, mas não entrou em campo.

Nesta temporada, sob o comando de Hernán Crespo, Patryck foi relacionado para os jogos contra Ituano e Mirassol, pelo Paulistão, Rentistas, Racing e Sporting Cristal, pela Libertadores, e Grêmio, no último fim de semana, pelo Brasileirão, mas ainda aguarda ansiosamente pela tão sonhada estreia no time profissional do São Paulo.

Outra opção - menos provável - para Crespo seria improvisar Liziero na lateral esquerda. O volante já jogou improvisado na posição, tanto em seus tempos de categorias de base quanto no profissional, com Fernando Diniz. Em uma das partidas sob o comando do antigo treinador, contra o Athletico-PR, em Curitiba, foi o camisa 14, como lateral, quem deu o passe para Vitor Bueno marcar o gol da vitória por 1 a 0.

 

Deixe seu comentário