Hudson minimiza vice do Galo e rechaça favoritismo em duelo

José Victor Ligero - São Paulo,SP

09-05-2016 12:30:18

Peça importante do esquema de Edgardo Bauza, Hudson estava bem-humorado durante a entrevista coletiva concedida na manhã desta segunda-feira, no CCT da Barra Funda. Após arranhar um espanhol diante dos jornalistas na sala de imprensa, o volante projetou o duelo com o Atlético-MG, nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), no Morumbi, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Libertadores da América.

Questionado se considerava o atual vice-campeão brasileiro favorito no confronto, o capitão do Tricolor elogiou o rival, porém não acatou tal ideia, ressaltando o fato de este ser um confronto entre duas camisas pesadas.

“O time do Atlético joga há muito tempo junto. Vem crescendo muito nos últimos anos, tá se acostumando a jogar Libertadores, mas jogo entre duas equipes grandes, não creio em favoritismo”, apontou o camisa 25.

“Se a gente tiver a mesma postura dos últimos jogos no Morumbi, acredito que temos grandes chances, sim”, acrescentou, referindo-se às vitórias sobre Trujillanos-VEN (6 a 0), River Plate (2 a 1) e Toluca-MEX (4 a 0), nos três últimos compromissos do Tricolor em sua casa, pela competição continental.

Hudson ainda minimizou o vice-campeonato do Galo no Campeonato Mineiro. No último domingo, o time treinado pelo uruguaio Diego Aguirre não reverteu a desvantagem para o América-MG ao empatar em 1 a 1 no Mineirão – a ida terminou em 2 a 1 para o Coelho. De acordo com o volante são-paulino, a equipe de Belo Horizonte não deve sentir, na Libertadores, os efeitos do revés no Estadual.

“São campeonatos bastante distintos. A Libertadores dá uma motivação a mais. Acho que a postura do Atlético, mesmo tendo perdido o título, vai dar bastante combate na gente. Eles já têm um padrão de jogo. Essa questão do título não interfere, não”, argumentou Hudson.

Para o jogo de quarta-feira, a torcida são-paulina esgotou os 50.995 ingressos que foram postos à venda. Totalizando os camarotes e as cadeiras cativas do Morumbi, a carga total de entradas é de 64.614. Como não restam mais ingressos, as bilheterias do estádio estarão fechadas no dia do jogo.

Deixe seu comentário