Há 39 anos, São Paulo encarava o New York Cosmos nos Estados Unidos

São Paulo, SP

04-06-2020 08:00:14

Há 39 anos, o São Paulo encarava o New York Cosmos, dos Estados Unidos, clube que ficou famoso internacionalmente devido à passagem de Pelé. No dia 4 de junho de 1981, o Tricolor Paulista encarou os norte-americanos no Giants Stadium e ficou no empate em 2 a 2.

Comandado por Carlos Alberto Silva, a equipe brasileira jogou com um time formado por: Toinho; Nei, Oscar, Darío Pereyra (Élvio) e Gassem; Almir, Renato e Heriberto; Paulo César, Serginho e Valtinho (Tatu). Pelo lado dos adversários, o destaque era o italiano Giorgio Chinaglia, maior artilheiro da equipe estadunidense, ídolo da Lazio e ex-companheiro de Pelé.

Na partida, Chinaglia, aos 12 minutos do primeiro tempo, e Di Bernardo, aos 17, abriram 2 a 0 para os donos da casa. Na etapa final, Renato descontou aos 14 minutos, e Tatu garantiu deixou tudo igual nos acréscimos. O São Paulo ainda viu o lateral-direito Nei ser expulso aos 37.


O duelo não foi o primeiro entre o Tricolor e o New York Cosmos. No dia 5 de março do mesmo ano, os estadunidenses visitaram os brasileiros no Estádio do Morumbi e saíram derrotados pelo placar de 3 a 1. Paulo César e Renato (duas vezes) marcaram os gols são-paulinos, enquanto Chinaglia fez para os visitantes.

E no dia 2 de junho de 1983, o São Paulo voltou a encarar os norte-americanos, que contavam o alemão Franz Beckenbauer. No Giants Stadium, o clube do Morumbi venceu por 3 a 2 com show de Careca, que marcou os três gols. Bojicevic e Romerito descontaram.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do São Paulo?