“Grande momento do São Paulo e da minha carreira”, comenta Fernando Diniz

São Paulo, SP

03-12-2020 22:27:56

O técnico Fernando Diniz não teve problemas para admitir que está vivendo um dos momentos mais especiais de sua carreira. Semifinalista da Copa do Brasil e agora líder do Campeonato Brasileiro, o comandante tricolor parece ter conseguido superar a fase de questionamentos à frente da equipe e agora tem de lidar com um outro tipo de pressão, a de conquistar o tão sonhado título para o São Paulo.

“Acho que é um grande momento do São Paulo e da minha carreira. A maneira como o time está evoluindo, principalmente nas coisas subjetivas, que não aparecem com tanta clareza para vocês que assistem, mas os laços que estão fortalecidos como equipe, as coisas vêm ficando cada vez mais harmoniosas, o que dá mais eficiência técnica e tática”, comentou Diniz após a vitória por 3 a 0 sobre o Goiás.


O momento atual é bastante positivo, mas o técnico do São Paulo já teve de lidar com situações bem diferentes há alguns meses. Com as eliminações precoces no Campeonato Paulista, Libertadores e Copa Sul-Americana, Fernando Diniz foi bastante questionado e chegou a ser alvo de pedidos de demissão por parte da torcida e imprensa. Porém, nada melhor que o tempo para responder às pesadas críticas de outrora.

“Oscilação é uma coisa normal no futebol e na vida, somos todos humanos. Acredito que a maneira como a equipe passou pelos momentos mais difíceis fez com que todos nós atingíssemos um patamar de saber responder bem a esses momentos que estamos vivendo agora. Isso faz com que você adquira mais estabilidade. Isso depende das relações humanas que você estabelece com os jogadores e que eles estabelecem entre eles”, afirmou.

“Temos que tentar não oscilar de maneira mais profunda, porque quando oscilamos sofremos muito. A derrota que sofremos para o Mirassol foi um momento de oscilação pós-pandemia. A dor que sofremos no passado fez a gente aprender, fortalecer nossas relações e saber tirar o melhor de cada um. Temos feito boas partidas, mas há coisas para melhorar. Agora é pensar no Sport. Os jogos do Brasileiro são todos difíceis. Algumas partidas podem até ficar fáceis, mas nunca são fáceis de antemão. Sempre que achamos que o jogo seria fácil acabamos nos complicando e perdendo pontos”, completou.

Com a vitória sobre o Goiás, o São Paulo chegou a 15 jogos de invencibilidade no Campeonato Brasileiro. O time é dono da melhor defesa da competição, com 20 gols sofridos, e tem o segundo melhor ataque, com 37 gols, atrás apenas do Atlético-MG, que tem 41. Mas, apesar de notáveis, esses números não iludem Fernando Diniz.

“Eu acho que os números não definem quem eu sou, não é esse tipo de número que vai me definir, como meus números do Athletico-PR ou Fluminense também não me definem. Minha melhor versão é a de hoje. Acredito muito no processo de viver, a gente vai melhorando. Trabalho e me dedico 100% ao futebol. Resultados são momentâneos, nada dura para sempre. Agora, a entrega tem que ser uma coisa linear. Amo ser treinador de futebol, amo ajudar os jogadores de maneira especial, e isso eu fiz em todos os lugares que passei. Hoje pode ser o momento dos melhores resultados, mas temos sempre que melhorar”, concluiu.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do São Paulo?