Diniz vê caso de Carneiro como "questão de humanidade" e quer ajudar o atacante

São Paulo, SP

02-04-2020 16:21:58

 

Gonzalo Carneiro teve sua suspensão por doping reduzida e, portanto, está liberado para retornar ao elenco do São Paulo. Dessa forma, diretoria e comissão técnica do Tricolor devem se reunir para decidirem qual será o destino do atacante, que não joga desde março do ano passado.

Para Fernando Diniz, o caso envolve muito mais do que aspectos emocionais. O treinador do São Paulo acredita que será necessário ter uma abordagem calorosa com o atacante, que passou por momentos difíceis desde a punição.

"Eu conheço pouco o jogador, mas estou por dentro de tudo o que aconteceu. Não é uma questão psicológica, é humanidade. Tem que acolher, esse é o primeiro passo. A partir disso, veremos as possibilidades de usá-lo no São Paulo", afirmou Diniz à Espn.

"Vamos buscar proporcionar um conforto, para que se sinta mais seguro, até porque eu sei que não conseguiu desempenhar tudo aquilo que poderia ter rendido. Quem sabe não conseguimos providenciar aquilo que ele precisa para ter a carreira que deseja", completou.


A suspensão de Carneiro aconteceu em março do ano passado, quando foi identificada em seu corpo a presença de benzoilecgonina, um metabólito da cocaína, no exame realizado após derrota do Tricolor para o Palmeiras, pelo Campeonato Paulista. Na ocasião, o jogador foi titular e atuou pelos 90 minutos.

Contratado em abril do ano passado, Carneiro disputou 24 partidas com a camisa do São Paulo e marcou um gol pelo time do Morumbi. O atacante tem contrato junto ao Tricolor até março de 2021.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do São Paulo?