Diniz revela "frustração grande" pelo empate e explica entrada de Léo na zaga

São Paulo, SP

22-11-2020 19:45:14

Neste domingo, o São Paulo não esteve inspirado no Morumbi e empatou por 1 a 1 com o Vasco, perdendo a chance de colar nos líderes do Campeonato Brasileiro. Após a partida, Fernando Diniz não escondeu o incômodo com a atuação do Tricolor, em especial na primeira etapa. Os cariocas saíram na frente aos 18 minutos, em lance de contra-ataque no qual a defesa estava desguarnecida.

"A gente fez um primeiro tempo abaixo do que a gente poderia ter feito. Cedemos muitos contra-ataques, o que resultou no gol do Vasco. A gente já sabia que a tendência do jogo seria essa. A opção pelo Léo foi para ter mais chegada pelo lado esquerdo, quando joga na zaga tem uma característica mais agressiva. Acabamos tomando um gol de contra-ataque em uma jogada que tínhamos estudado muito", afirmou Diniz.

Na sequência, o treinador deu mais detalhes sobre a escolha pela titularidade de Léo, com Diego Costa no banco. Diniz deixou claro que a mudança foi circunstancial, não dando pistas se manterá a formação para o próximo compromisso do time.

"O Léo é um jogador em que confio muito. Nos ajudou muito na posição. É um jogador que é lateral-esquerdo, mas também é zagueiro. Poderia uma hora ou outra jogar como primeiro volante. Tem qualidade para fazer todas essas funções. Como é um jogador que tem mais facilidade para fazer a primeira parte da construção, foi uma opção. Ele é um dos titulares. Jogou e saiu naquele momento, mas pode ser titular. O Diego também vinha de uma sequência grande de jogos, então achei que era uma oportunidade para que o Léo jogasse hoje", pontuou o técnico.


Por fim, Diniz voltou a citar a dificuldade imposta por equipes que se postam em um bloco defensivo recuado. O treinador mostrou-se chateado com o resultado, principalmente por conta das chances desperdiçadas pelo ataque.

"A frustração é grande, porque estávamos jogando dentro da nossa casa, vivemos um bom momento e tínhamos a condição de ganhar o jogo. Mas vale ressaltar que o Vasco é um time difícil de se jogar contra, para criar situações de gol contra o jeito que o Vasco nos marcou aqui é difícil, como foi contra o Goiás, o Coritiba, ou o Flamengo na semana passada. O Vasco marcou muito baixo, principalmente no segundo tempo", disse Diniz.

"A gente não teve a mesma efetividade dos outros jogos. Tivemos chances claras e poderíamos ter definido o jogo, mas a frustração acontece pelo fato de estarmos lutando para chegar em primeiro, levantar a taça e dar alegria para a nossa torcida", finalizou.

Com o resultado, o São Paulo chegou aos 37 pontos, na quarta colocação da Série A, dois a menos do que os líderes Atlético-MG e Flamengo. O Tricolor ainda pode ser ultrapassado pelo Internacional, que enfrenta o Fluminense nesta noite. Na próxima quarta-feira, os comandados de Diniz fazem o jogo atrasado contra o Ceará, no Castelão, às 19h15.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do São Paulo?