Gazeta Esportiva

Com vice da Sul-Americana, São Paulo tem missão difícil por vaga na Libertadores pelo Brasileirão

São Paulo, SP

03/10/22 | 08:00

Conquistar a vaga para a Copa Libertadores da próxima temporada era um dos principais objetivos do São Paulo em 2022. Ao chegar à final da Copa Sul-Americana, o clube viu a possibilidade da conquista do título como o caminho mais rápido para atingir o objetivo.

Contudo, a equipe de Rogério Ceni acabou derrotada pelo Independiente del Valle e ficou apenas com o vice-campeonato. Assim, se quiser estar na Libertadores em 2023, terá que conquistar a vaga pelo Campeonato Brasileiro. E a tarefa não deve ser fácil.

Com o seu jogo da 29º rodada adiado, o São Paulo voltou de Córdoba apenas na 13ª colocação, com 37 pontos. A distância para o G6, atualmente, é de dez pontos, com dez jogos restantes para o Tricolor, e nove para os seus concorrentes.

O que pode favorecer o São Paulo na busca pela vaga é a possibilidade concreta do G6 virar G8, já que as finais da Copa do Brasil e da Libertadores deste ano envolvem equipes que já estão na zona de classificação para a competição continental. Hoje, Corinthians, Flamengo e Athletico-PR estão, respectivamente, em 4º, 5º e 6º lugar na classificação.


Desta forma, a distância do São Paulo para o América-MG, o atual oitavo colocado, está em cinco pontos. Entre o Tricolor e a equipe mineira, aparecem Goiás (12º), Santos (11º), Botafogo (10º) e Fortaleza (9º), todos empatados com 37 pontos, justamente a mesma pontuação do time de Rogério Ceni.

O próximo compromisso do São Paulo é justamente um confronto direto com o América-MG. A partida acontece nesta quinta-feira, às 20 horas (de Brasília), na casa do adversário. Depois disso, o Tricolor enfrenta Botafogo, Palmeiras, Coritiba, Juventude, Atlético-GO, Atlético-MG, Fluminense, Internacional e Goiás.

Desses últimos dez adversários, cinco times estão entre os oito primeiros colocados (América-MG, Palmeiras, Atlético-MG, Fluminense e Internacional). Três deles estão na briga direto contra o rebaixamento (Coritiba, Juventude e Atlético-GO). Por fim, outros dois (Botafogo e Goiás) brigam diretamente com o São Paulo por uma vaga no que deve ser o G8 do Campeonato Brasileiro.

Deixe seu comentário