Com dupla de atacantes, São Paulo encontra solução para jogar sem pontas

São Paulo, SP

17-10-2020 09:00:21

Fernando Diniz tinha um dilema para resolver: com poucas opções de jogadores de velocidade no ataque do São Paulo, o time vinha apresentando dificuldades para atuar no 4-3-3 utilizado antes da paralisação por conta do coronavírus. Depois de diversos testes na equipe, a solução do treinador foi apostar em uma dupla de atacantes.

Com a venda de Antony para o Ajax, da Holanda, o Tricolor perdeu sua principal opção de velocidade no ataque. Enquanto Vitor Bueno permaneceu na esquerda, Diniz testou Pablo pela direita logo no reinício do futebol em julho. No entanto, o jogador não conseguiu se adaptar à função e, após resultados ruins, o técnico teve que buscar alternativas.

Foi apenas com a chegada de Luciano que o São Paulo vislumbrou a possiblidade de jogar com uma dupla de atacantes. Fundamental desde que desembarcou no clube do Morumbi, o jogador marcou gols importantes e alternou entre o lado de campo e a referência na área.


Pablo, que vinha sendo o titular ao lado do camisa 11, teve uma queda considerável de desempenho e foi sacado da equipe. Em seu lugar, Brenner foi testado e correspondeu com gols importantes e personalidade. Mesmo com duas referências no ataque, o Tricolor não perdeu velocidade com a bola.

Isso porque os laterais assumiram uma função ainda mais ofensiva no time. Com quatro meio-campistas por dentro, Reinaldo e Igor Vinícius passaram a ser os responsáveis pela amplitude da equipe, chegando à linha de fundo frequentemente e buscando os atacantes dentro da área.

Neste sábado, o Tricolor terá mais uma oportunidade para colocar o modelo de jogo em prática. O time enfrenta o Grêmio, no Morumbi, às 21h, pelo Campeonato Brasileiro.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do São Paulo?