Ceni lamenta "erros grotescos" do São Paulo contra o Athletico-PR, mas vê derrota injusta

São Paulo, SP

31/07/22 | 20:35

Neste domingo, o São Paulo perdeu por 1 a 0 para o Athletico-PR, fora de casa, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro. Completando 100 jogos no comando do Tricolor, Rogério Ceni lamentou os diversos erros do clube paulista ao longo do embate, mas afirmou que o resultado não foi justo.

“A primeira parte do jogo foi bem equilibrada, não vejo superioridade do Athletico-PR. Cometemos muitos erros grotescos hoje, em várias jogadas. Quando você erra muito, você acaba pagando. Mas foi um jogo bem equilibrado nas chances. A única coisa é que erramos mais”, analisou.

“A maioria dos lances do Athletico começaram em erros nossos. Muitos erros. Incrível a quantidade de erros grotescos próximos a nossa área hoje. O time, principalmente antes das trocas, pode ter cedido alguns espaços e cometido alguns erros, mas fez uma partida razoável. Foi um jogo muito parelho, não era para derrota”, completou.

Com o resultado, o São Paulo segue na 10ª colocação do torneio, com 26 pontos. O Tricolor volta as suas atenções agora para a Sul-Americana. O clube recebe o Ceará na próxima quarta-feira, às 19h15 (de Brasília), pela partida de ida das quartas de final da competição.

Rogério Ceni, aliás, comentou sobre sobre o duelo contra o Vozão. O comandante acredita que ele ainda não terá novidades para este compromisso, mas espera que alguns jogadores sejam liberados do Departamento Médico até o fim de semana.

“A princípio não acho que não vamos ter ninguém pronto para o jogo. Em começo de transição, acho que teremos Reinaldo e Patrick essa semana. O Alisson está em uma transição maior. Não sei se para quarta-feira, mas no mais tardar teremos um número de jogadores maior no sábado”, comentou.

No momento, Ceni não conta com Arboleda (cirurgia no tornozelo esquerdo), Luan (cirurgia no adutor esquerdo), Caio (cirurgia no joelho direito), Jandrei (trauma nas costas), Reinaldo (estiramento no adutor direito), André Anderson (dores musculares), Alisson (aprimora a forma física após entorse no joelho direito) e Patrick (edema na região posterior da coxa esquerda).

Confira outros trechos da coletiva de Ceni

Problemas na lateral esquerda

“Nós temos Welington e Reinaldo pela esquerda. O Reinaldo está machucado há algum tempo e nós não podemos usar o Welington todos os jogos, ele é um jogador muito físico. A ausência dele em jogos decisivos pesa muito. Então não usamos ele. O Moreira foi nessa função e teve uma boa atuação no primeiro tempo. Tem erros a apontar, mas faz parte do futebol. Não foi o único que errou”

Substituições

“O Luizão pediu para sair no intervalo com dor na sola. Era para ele ficar mais em campo, mas ele pediu e eu precisei fazer essa alteração. As outras duas, não. Nós precisamos de um pouco mais de peso na frente, por isso o Calleri. O Igor Gomes também era para chegar um pouco mais na frente. Depois a entrada do Luciano e do Nestor. Não vejo motivos para cansaço. O único que pode reclamar é o Miranda, que jogou os últimos três jogos. Rodamos o máximo”

Prioridade para as copas

“Nós temos que melhorar nosso nível de jogo em todas competição, não apenas no Brasileiro. Eu falo sempre que o Brasileiro é perigoso. É que o caminho dos sorteios não deixou a gente fazer o contrário e focar no Brasileiro. A minha programação era uma, mas quando sai os confrontos… você não pode abrir contra o Palmeiras e na Sul-Americana brigamos com possibilidades. É sempre a busca por um título e você não quer abrir mão. Temos quatro jogos em 10 dias, se você não rodar o elenco…e não foi pela rodagem que não vencemos, foi pelos nossos erros”


Deixe seu comentário