Bauza minimiza atuação de garoto, mas prevê crescimento

São Paulo, SP

16-05-2016 10:00:34

O garoto Lucas Fernandes saiu como herói da torcida são-paulina na vitória do Tricolor sobre o Botafogo, por 1 a 0, no último domingo, em Volta Redonda, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro. O meio-campista de apenas 18 anos acertou belo chute em cobrança de falta, anotando seu primeiro gol como profissional. E, de quebra, encerrou um tabu do clube que já durava 13 partidas sem saber o que é somar três pontos fora de casa.

Apesar de todo o destaque para Lucas, o técnico Edgardo Bauza minimizou a atuação do atleta. Segundo o argentino, o camisa 29 já fez apresentações superiores a de domingo e ainda não está pronto para assumir a titularidade na equipe.

“Creio que aos poucos ele vai se transformando em um jogador cada dia mais importante para o time. É jovem. Estamos cuidando para colocá-lo aos poucos, mas uma partida como a de hoje reafirma tudo que ele vem fazendo e tudo o que pedimos para ele", analisou o Patón.

"Para mim não foi uma grande partida dele. Houve outros jogos em que foi melhor, mas isso é o mais importante: o gol e a participação”, avaliou.

Destaque do time Sub-20 tricolor, Lucas Fernandes fez o gol do título do São Paulo na Copa Libertadores da América na categoria, em 14 de fevereiro. Dez dias depois, foi promovido ao elenco profissional por Bauza. No dia 20 de março, o garoto fez sua primeira partida pelo time principal no empate por 1 a 1 com o Ituano, pela décima rodada do Campeonato Paulista.

O jogador, nascido em São Bernardo do Campo, ainda fez em Volta Redonda o primeiro gol de falta do São Paulo após a aposentadoria de Rogério Ceni, no final de 2015. Lucas Fernandes, no entanto, foge de comparações ao ex-goleiro tricolor.

"Mito é só ele (Rogério). Estou trabalhando pra chegar em alto nível e para que eu possa ter uma história no São Paulo",  afirmou o meio-campista.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do São Paulo?