Santos negocia contratação de Paulo Bracks, ex-diretor do Vasco, para cargo de CEO - Gazeta Esportiva
Santos negocia contratação de Paulo Bracks, ex-diretor do Vasco, para cargo de CEO

Santos negocia contratação de Paulo Bracks, ex-diretor do Vasco, para cargo de CEO

Gazeta Esportiva

Por André da Silva Costa

21/06/2024 às 14:07 • Atualizado: 21/06/2024 às 14:20

Santos, São Paulo

O Santos negocia a contratação de Paulo Bracks, ex-diretor do Vasco. O profissional viria ao Peixe para atuar como uma espécie de CEO, um diretor-executivo, comandando não só a área esportiva, mas também financeira, administrativa, entre outras. A informação foi revelada pelo presidente do clube, Marcelo Teixeira, em entrevista coletiva nesta sexta-feira, no CT Rei Pelé.

As conversas com Bracks estão adiantadas, porém não foram finalizadas. O profissional já está na Baixada Santista e tem uma reunião marcada com Marcelo Teixeira para esta tarde.

"Na parte organizacional do clube, nesse primeiro semestre, decidimos que as contratações seriam feitas para completar toda a nossa gerência, a área administrativa, financeira. O Paulo Bracks não é uma contratação para o futebol, ele vem com uma experiência também de Série B. É importante ter esse profissional, que já fez esse trabalho no América-MG, no Vasco. Fez um bom trabalho no Internacional também. Queremos entender se o Paulo Bracks tem um perfil para ser um CEO, um diretor-executivo. para que ele possa coordenar todas as áreas. Algo que o Santos não possui ainda. Hoje, queremos um profissional que faça a avaliação de outros profissionais do clube", explicou o presidente.

Presidente do Santos, Marcelo Teixeira concedeu entrevista coletiva na manhã desta sexta-feira, no CT Rei Pelé (Foto: André da Silva Costa/Gazeta Press)


Marcelo Teixeira deixou claro que Paulo Bracks não viria para fazer contratações, assim como fez no Vasco, mas sim para acompanhar o trabalho do departamento de futebol, atualmente chefiado pelo executivo Alexandre Gallo.

"É isso que seria feito, um raio-x de tudo o que está acontecendo no clube. O profissional não vem ao futebol, ele não está vindo para contratar jogador. Ele vem para acompanhar esse trabalho de contratações, as áreas de marketing, financeiro e outras", afirmou.

Em paralelo a isso, o Santos procura estruturar o seu departamento de inteligência. Segundo Marcelo Teixeira, o clube possui poucos analistas de mercado e de desempenho, mas está se movimentado e já contratou três novos profissionais para o setor.

"Nós tínhamos excelentes profissionais que hoje estão em outros clubes do Brasil. Perdemos por diferenças salariais muito pequenas. O Santos está remontando esse setor, com a contratação de três profissionais. Dois de mercado e um de desempenho. Tem clubes que possuem seis analistas de mercado, nós temos só um. Temos quatro de desempenho. Queremos recompor esses setores, são dois dos principais avaliadores de mercado do futebol brasileiro. Essa é a reconstrução que o Santos fará. Foram 18 contratações. Essas contratações, naturalmente, não é o scout que faz. Nós temos que agir para que os profissionais desenvolvam suas tarefas", declarou.

Conforme apurou a Gazeta Esportiva, Marcelo Teixeira vê em Paulo Bracks um perfil adequado para a função de CEO. Ele admite que espera contar com a chegada do profissional, caso as expectativas de confirmem. O presidente do Santos gosta da ideia de formar uma 'trinca' no departamento de futebol, tendo Bracks como diretor-executivo do clube, Gallo como executivo de futebol e Léo Bastos, o ex-lateral, como coordenador técnico.

Paulo Bracks já trabalhou no América-MG, Internacional e, mais recentemente, no Vasco. Ele foi contratado como o 'homem forte' do futebol no primeiro ano da SAF no comando do clube carioca, em 2022, mas foi desligado do cargo em dezembro do ano passado e, desde então, está livre no mercado.

Conteúdo Patrocinado