Santos não deve manter tetracampeão no departamento de futebol em 2021

Lucas Musetti Perazolli - Santos,SP

29-12-2020 06:00:00

O Santos não deve manter Márcio Santos como coordenador de futebol em 2021, quando terá início de fato a gestão de Andrés Rueda.

Como publicou a Gazeta Esportiva, o Peixe evita fazer grandes mudanças, mas já tem um cenário mais ou menos desenhado para o futebol. E o escopo não inclui o tetracampeão mundial em 1994.

Em uma avaliação prévia, a nova diretoria já soube que Márcio Santos não tem funções bem definidas no dia a dia do CT Rei Pelé. Ele é muito mais um símbolo do que realmente um coordenador.

A reportagem observou a atividade de Márcio na partida contra o Ceará, no último domingo, na Vila Belmiro. Ele assistiu o aquecimento dos goleiros John e João Paulo com o preparador Arzul e depois foi para o camarote da presidência, sem entrar no vestiário ou ficar ao lado de membros da comissão técnica nas cabines.

Esse é um exemplo do pouco contato de Márcio Santos com o técnico Cuca e elenco. E ele não participa de reuniões com familiares e empresários. Na prática, atua mais de forma anímica, com o objetivo de melhorar o ambiente, que técnica, com participação nos processos do departamento.

Márcio estudou com o presidente Orlando Rollo na CBF Academy e chegou em outubro. A tendência é de ficar no máximo quatro meses no clube. Vale lembrar que a temporada termina em fevereiro por causa da paralisação em função da pandemia do novo coronavírus.

Márcio Santos (Foto: Pedro Azevedo/Santos FC)

Felipe Ximenes, Jorge Andrade e Renato

O trabalho do superintendente de esportes Felipe Ximenes está sob avaliação. E a tendência também é de saída. O gerente Jorge Andrade, em compensação, tem boas referências.

O ídolo Renato, atualmente como coordenador técnico, será incentivado a participar mais. O ex-volante atua próximo à base, mas é outro que não está inserido de fato nas grandes resoluções do futebol.

Rueda tem José Renato Quaresma, membro do Comitê de Gestão, como "espelho" para o departamento de futebol. E Quaresma deve ouvir a comissão técnica, atletas e demais funcionários antes de definir as modificações. Um novo diretor pode ser contratado.

E em meio a essas incertezas, há algo claro: Andrés Rueda quer renovar com Cuca, técnico com contrato até fevereiro. O comandante, porém, prioriza as semifinais da Libertadores da América e evita negociação agora. 

O Santos enfrentará o Boca Juniors (ARG) nos dias 6 e 13 de janeiro. O Peixe decidirá a vaga na final na Vila Belmiro.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Santos?