Rueda descarta Martínez, explica estratégia do Santos no mercado e prevê final de ano difícil

São Paulo, SP

30/06/22 | 20:51 - 30/06/22 | 21:35

O futuro de Emmanuel Martínez não deve ser no Santos. Nesta quinta-feira, o presidente Andres Rueda afirmou que a contratação do atacante nem sequer foi cogitada pela diretoria alvinegra. Recentemente, o mandatário do clube equatoriano, Alfaro Moreno, declarou que o Peixe tinha interesse em contratá-lo.

O dirigente santista ainda aproveitou para explicar a estratégia do Alvinegro Praiano no mercado. Segundo ele, o clube não tem dinheiro para fazer grandes investimentos.

“Nem foi cogitado (Martínez). Por que não trouxe o Sobral, por exemplo? Não trouxemos pois ele custava 2 milhões de dólares e nós não tínhamos esse dinheiro. O perfil das contratações que fomos obrigados a fazer é procurar jogadores que tivessem competência, bom scout e que se encaixam no modelo, que é empréstimo sem custo, salário relativamente baixo e um valor estipulado do passe que a gente possa comprar", disse ao Radar Esportivo.

"Infelizmente essa é a capacidade de investimento do Santo hoje. Tem acertos e erros. Eu acredito que tivemos muito acerto. Nossa defesa foi montada assim. Trouxemos o Maicon, Bauermann, Fernández e Zanocelo. Fomos obrigados a trabalhar assim”, completou.

Rueda, aliás, fez um alerta para a torcida alvinegra. O presidente informou que a situação financeira não é boa e que o segundo semestre deste ano deve ser difícil para o clube.

“A situação do Santos em matéria financeira é péssima. A fonte de receitas do segundo semestre é praticamente zero. Temos que nos reinventar. Se a gente conseguir levar até o final de 2022, em 2023 a coisa começa a ficar mais sob controle e, com certeza, vamos poder fazer constatações indo atrás dos times, pagando, 2, 3 ou 4 milhões. Atualmente isso não dá para ser feito”, analisou.

Por fim, o mandatário fez questão de salientar a importância das renovações com os Meninos da Vila. Ao todo, 12 jogadores formados nas categorias de base do Santos tiveram seu contrato estendido recentemente.

“A renovação da nossa base era primordial. Eu não poderia me dar ao luxo de perder talentos que já são nossos. A gente conseguiu renovar com o Marcos Leonardo, que para mim é uma contratação. Renovamos com toda a base. Foram 12 renovações que eu considero contratações”, finalizou.


Deixe seu comentário