Gazeta Esportiva

Rueda abre o jogo sobre negociação com Bielsa e revela dinheiro bloqueado pela justiça espanhola

São Paulo, SP

04/10/22 | 22:43

O presidente Andres Rueda falou nesta terça-feira, em reunião do Conselho Deliberativo do Santos, sobre a negociação com Marcelo Bielsa. O técnico era um dos principais alvos do Peixe, mas recusou a oferta.

Conforme destacou o mandatário, eles conversaram  por mais de quatro horas por telefone e o comandante ficou tentado a aceitar o convite. Contudo, ao analisar o elenco alvinegro, o argentino percebeu que precisaria de jogadores caros e, ciente do momento financeiro do clube, preferiu dizer não.

"Criamos relação boa, com boa química. Conversamos de tudo envolvendo futebol. Fiquei muito contente com a maneira que ele enxerga futebol. Ele ficou tentado e chateado por não vir. Ele disse que estamos lutando tanto para sair dessa situação lamentável e que não quer que voltemos a problemas financeiros. Pode não parecer, mas lá fora acompanham muito e sabem de tudo da gente. Bielsa falou que precisaria de jogadores caros e que não ficaria contente se o Santos contratasse e tivesse problemas financeiros, mas também que ficaria chateado sem os jogadores", disse, como publicou o Uol.

Rueda ainda projetou uma futura parceria com Bielsa. Segundo ele, essa relação construída nessas últimas semanas "ainda vai gerar frutos".

Com a frustração, Orlando Ribeiro, técnico do sub-20, permanecerá no cargo até o final do Campeonato Brasileiro. Em 2023, porém, a tendência é que a diretoria procure por um novo nome.

"Para trazer alguém de fora faltando 10 jogos, é arriscado. Até conhecer jogador... Os do Brasil estão empregados. Já avisamos que temos interesse de conversar depois do campeonato acabar. Conversamos com muitos treinadores, todos os bons do Brasil e de fora, mas não viabilizamos para agora e decidimos por efetivar o Orlando Ribeiro. No momento certo, definiremos o técnico para 2023", pontuou.

Veja também
Santos apresenta superávit no segundo trimestre de 2022; veja detalhes

Dinheiro bloqueado

Ainda na reunião com os conselheiros, Rueda revelou que parte do dinheiro da venda de Kaiky ao Almería-ESP foi bloqueado pelo Fisco da Espanha por conta da falta de pagamento de impostos na transferência do Neymar para o Barcelona, em 2013. O zagueiro foi vendido por R$ 37 milhões, em julho deste ano.

A medida acabou culminando no atraso de pagamentos dos direitos de imagem dos jogadores do Santos.

"A venda de Neymar foi a que o Santos mais pagou. Praticamente pagamos a venda do Neymar", comentou o presidente.


Deixe seu comentário