Reservas não agradam Dorival e lateral esquerda vira 'dor de cabeça'

Do correspondente Vitor Anjos - Santos,SP

12-05-2017 08:00:03

O técnico Dorival Júnior tem convivido com um problema na lateral esquerda do Santos. Ainda sem contar com Zeca, o comandante não conseguiu encontrar o substituto ideal para a posição e não sabe quem levará ao gramado no duelo contra o Fluminense, neste domingo, às 11h (de Brasília), no Maracanã, pela estreia do Campeonato Brasileiro.

Desde a saída do titular, o treinador já testou três nomes na vaga, todos improvisados. Opções iniciais, Jean Mota e Matheus Ribeiro não empolgaram Dorival e perderiam a posição para Jonathan Copete. Mesmo sendo atacante de origem, ele mostrou ter características de um lateral e foi bem quando atuou no posto.

Matheus Ribeiro foi titular contra Santa Fe e Paysandu, mas não agradou Dorival Júnior (Foto: Ivan Storti/ Santos FC)

Porém, o colombiano sofreu um edema muscular na coxa esquerda e virou desfalque de última hora do Peixe. Dorival acredita que Jean e Matheus vão bem no ataque, mas sofrem na hora de recompor a defesa, coisa que Copete consegue fazer com mais facilidade. Vale lembrar que Caju, lateral-esquerdo de origem e principal substituto de Zeca, segue no departamento médico por conta de uma lesão muscular.

Para o duelo contra o Flu, a tendência é que Jean Mota siga entre os titulares. Porém, Dorival deve montar um esquema especial para reforçar a defesa pelo lado esquerdo, deslocando algum volante. Matheus Ribeiro, porém, também pode atuar, mas na direita, substituindo Victor Ferraz, que deve ser poupado.

Já contra o The Strongest, na próxima quarta-feira, às 19h30 (de Brasília), em La Paz, o técnico Dorival Júnior ainda tem uma pequena expectativa de poder contar com o retorno de Zeca ao time titular. O camisa 37 está em fase final de recuperação de lesão no menisco do joelho esquerdo e deve voltar a treinar com bola nesta segunda-feira.

Deixe seu comentário