Presidente do Santos rebate "fake news" e diz que novas contratações são "técnicas"

São Paulo, SP

21-10-2020 18:00:11

Em entrevista coletiva concedida nesta quarta-feira, o presidente Orlando Rollo comentou sobre o processo de reestruturação que implanta no Santos. O mandatário também afirmou que existem notícias falsas apontando que as contratações e demissões do clube não têm critérios técnicos.

"Quero falar de um assunto pontual, algumas fake news que estão colocando em alguns setores da imprensa em grupos de WhatsApp, sobre demissões e contratações no clube. Alguns pretensos candidatos à presidência querem ganhar coro em seus discursos eleitorais sem base nenhuma de informações e estão colocando mentiras, que o Santos fez 50 contratações, 60 contratações. Isso é uma mentira. É para desestabilizar um ambiente do clube. Isso atrapalha muito o nosso trabalho, o trabalho da nossa equipe, porque estamos negociando o pagamento das dívidas. A renovação de alguns jogadores. Problemas muito graves. E temos de parar o trabalho para responder conselheiro, torcedor, associado...", disse Rollo.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

O presidente do Peixe também destacou a importância das contratações serem feitas de forma transparente. Para isso, vai haver um portal com currículos dos funcionários.

"Nos próximos dias vai começar a entrar em operação o nosso portal de transparência dessa gestão de transição. E nesse portal vai ter informação de todo mundo que foi contratado. Vai ter o currículo de todo mundo. Temos de parar de inventar mentira, que está atrapalhando o dia a dia do Santos. Todos os profissionais que contratamos durante o período de transição foram contratados através de critérios técnicos, profissionais de mercado, com currículo exemplar e todos eles sem exceção, e aí entrou uma resolução votada pelo Comitê de Gestão, nenhuma contratação terá multa contratual. Ou seja, se o próximo presidente quiser demitir algum funcionário contratado por essa gestão vai poder demitir tranquilamente, sem nenhum ônus para o clube. Todos os funcionários contratados para nos ajudar esse difícil período estão sendo contratado sem multas", explicou.

"Tivemos de fazer uma readaptação administrativa com critérios técnicos. Aprovamos um novo organograma, que não tinha, e alguns cargos têm de ser preenchidos por profissionais de mercado para trazer o Santos da beira do abismo. Eu quero falar também que tem muita gente nos ajudando de graça, verdadeiros santistas. Conselheiros, que estão nos ajudando no Comitê de Transição. Muitos estão nos ajudando com ideia, vendo as contas. Quero dizer que esses boatos sobre dezenas e centenas de contratações sem critérios não procede", completou.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Por fim, Orlando Rollo avaliou os benefícios que a reestruturação pode trazer para o clube, inclusive na parte financeira.

"Numa primeira avaliação do nosso departamento de administração, essa adequação vai trazer economia para o clube. Estimamos uma economia anual de R$ 350 mil. Não estamos aparelhando o clube. Estamos colocando algumas pessoas em setores essenciais. E estamos acabando com a mamata, tirando funcionários excedentes, funcionários políticos. Alguns funcionários técnicos foram demitidos, sim, porque no novo organograma a função deles inexiste. Alguns critérios foram utilizados e outros por questões políticas", concluiu.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Santos?