Peres aposta em "desordem" no Santos por efeito suspensivo no STJD

Lucas Musetti Perazolli - Santos,SP

12-11-2019 06:00:36

O departamento jurídico do Santos está confiante em um efeito suspensivo do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para a suspensão de 15 dias do presidente José Carlos Peres.

A desordem no Peixe após o vice Orlando Rollo assumir a presidência em exercício é um dos fatores. A alegação é de que a punição desportiva está afetando o dia a dia administrativo do Alvinegro.

Um bom sinal para Peres é o STJD ter emitido parecer na última segunda-feira para ratificar o "gancho" apenas no futebol, sem envolver outros assuntos do clube,  De acordo com o presidente, esse fato não é comum.

"Demos entrada pedindo o efeito suspensivo em decorrência da situação provocada hoje (segunda). 15 dias que eu deveria cumprir e estão analisando. Soltaram uma nota que geralmente não soltam. Uma resposta irritada ao que aconteceu aqui", disse Peres.

O vice-presidente Rollo e seus advogados contestam José Carlos Peres e afirmam que, como não há outra atividade no Santos além do futebol, a punição envolve qualquer atuação no clube, permitindo decisões administrativas nos próximos dias. O caso deve parar na Justiça.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Santos?