Futebol

Pará se firma na lateral-direita do Santos com experiência e equilíbrio

São Paulo , SP
29/03/2020 07:00:35

Em: Escolha do editor, Futebol, Gazeta Press, Santos
Aos 34 anos, Pará é importante para o sistema defensivo do Santos (Foto: Ivan Storti/Santos)

Se em 2019 Pará alternou entre a titularidade e o banco de reservas, neste ano o lateral-direito garantiu seu lugar na equipe ideal de Jesualdo Ferreira. Trazendo equilíbrio à linha defensiva do Santos, o jogador utiliza sua experiência para ser um dos líderes do Peixe.

O maior concorrente de Pará no elenco Alvinegro é Madson, que foi envolvido em uma troca com Victor Ferraz junto ao Grêmio. O reforço, no entanto, tem características distintas: é mais forte no apoio, dando profundidade pela direita, ao passo que não traz a mesma segurança que o veterano oferece.

Pará, inclusive, é o segundo jogador mais velho da equipe considerada titular do Santos, sendo mais novo apenas do que Sánchez. Enquanto o lateral-direito está com 34 anos, o uruguaio possui 35 e é o capitão da equipe.

O equilíbrio que Pará proporciona à equipe é uma espécia de compensação defensiva, já que Felipe Jonatan tem características mais ofensivas e tem muita liberdade para apoiar pela esquerda. Enquanto isso, o lateral-direito guarda mais a posição em seu lado, para que o time não fique tão desguarnecido.

Mesmo que não se projete com tanta frequência ao ataque, Pará é importante para a construção ofensiva do Santos. De acordo com o Footstats, o jogador é o segundo que mais acerta passes no elenco, com 498 toques certos em dez partidas. Ao mesmo tempo, é o terceiro colocado no ranking de desarmes do time (15 em dez jogos).

Pará está em sua segunda passagem pelo Peixe. O lateral-direito havia defendido o clube da Vila Belmiro entre os anos de 2008 e 2012. Ao todo, o jogador soma 207 partidas pelo Santos, com dois gols marcados.

 

Ads – Rodapé Posts




×
Quer receber notícias do Santos?