Organizada protesta no escritório do Santos em São Paulo

Lucas Musetti Perazolli - Santos,SP

20-07-2020 17:56:15

Um grupo de cerca de 30 membros de torcidas organizadas do Santos protestou no Business Center, escritório do Peixe em São Paulo e localizado na Avenida Pacaembu.

Alguns dos santistas entraram no Business Center e conversaram com o presidente José Carlos Peres. Eles cobraram uma resolução para evitar novos processos na Justiça depois de Everson e Eduardo Sasha.

Os torcedores pediram para Peres estar na Vila Belmiro para resolver olho no olho com o elenco, e não em São Paulo. E disseram que não serão mais passivos com a diretoria.

"Pagamos o que pudemos. Conversei várias vezes com o elenco. Os funcionários que ganham até R$ 6 mil e são os mais vulneráveis não foram demitidos", respondeu o presidente, em dado momento da conversa.

A torcida também citou informações da Gazeta Esportiva sobre a contratação de Christian Cueva para pressionar o presidente Peres.

Enquanto isso, o diretor William Thomas e Pedro Doria, membro do Comitê de Gestão do Santos, conversaram com o elenco no CT Rei Pelé.

Veja trechos da "conversa" entre o presidente Peres e os santistas abaixo

Peres: "Todos os funcionários que recebem até R$ 6 mil recebem até hoje integralmente. São os que mais precisam. Falamos com os jogadores, não conseguimos um acordo. Essa proposta tinha sido de 70% de desconto, 35% devolveríamos com o retorno das competições, quando começamos a ganhar dinheiro. Não aceitaram. Era o que nós tínhamos".

“Mas por que não falaram isso? Por que pagaram 30% dias antes e falaram que pagariam 70%?. Por que não foi conversar com eles?”

Peres: “Claro que eu fui”.

“Sua credibilidade está indo para o saco. Ninguém acredita em nada que o senhor fala”.

“Jogadores e Sampaoli dizem que o senhor nunca aparece na Vila Belmiro e CT Rei Pelé”.

“Existe um complô da imprensa, todo mundo está mentindo que o Santos está uma b**** e o senhor está certo?”.

“Se o senhor acha que o que a gente conseguiu e se humilhou para conseguir, os 10% do bagulho, vai calar a nossa boca p**** nenhuma, o senhor está muito enganado. Nunca dependemos do Santos para sobreviver. Podemos ficar no quintal de casa se precisar. Nesses dois anos fomos passivos para c******. Acabou, acabou. Para mim chega”.

“Fomos taxados de bunda mole por não ter cobrado. Estamos tentando espaço no clube há dois anos. Vice-presidente liga para o senhor e responde de madrugada, fica dias sem responder. Não vem mentir para nós!”.

Contratação de Cueva e venda de Bruno Henrique ao Flamengo

“Como funciona esse negócio de comissão?”

Peres: “Pagamos, se muito, em 30% das transações”.

"E a venda do Bruno Henrique com comissão para o Renato Duprat?"

Peres: “Eu e doutor Rodrigo (Gama), o advogado, negociamos e sempre informando nosso Comitê de Gestão. Fazemos na maior transparência”.

"E o Cueva, presidente?"

Peres: “Não teve comissão do Cueva”.

“E por que teve documento assinado pelo Rodrigo Japa?”

Peres: “Eu não assinei”.

“Tem foto do senhor com Rodrigo Japa e Renato Duprat”.

Peres: “Tinha muita gente no dia da assinatura”.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário