Gazeta Esportiva

Odair comenta 'DNA ofensivo' no Santos e fala em potencializar jovens M. Leonardo e Ângelo

São Paulo, SP

07/12/22 | 05:00

Odair Hellmann, novo técnico do Santos, desembarcou no Brasil nesta terça-feira após período acompanhando a Copa do Mundo do Catar. Em sua chegada, o treinador falou sobre seu futuro trabalho no Peixe. Em um time com tradição de 'DNA ofensivo', uma das prioridades para ele será potencializar os meninos da base, como Marcos Leonardo e Ângelo.

Em entrevista ao portal De Olho no Peixe, Odair abordou o DNA ofensivo alvinegro. Em sua visão, essa tradição vem pelo legado que grandes atletas deixaram no clube, não pela forma de jogo dos técnicos que treinaram o Peixe ao longo dos anos.

"O DNA ofensivo da história do Santos nunca vai sair. Ele foi feito pelos jogadores que lá jogaram. Os grandes, os diferentes, os melhores do mundo jogaram lá e fizeram a história do DNA ofensivo. É muito por causa desses caras. De Pelé, que está passando por uma situação e a gente precisa mandar vibrações positivas e orações. Será que foi por causa dos treinadores que lá passaram? Ou foi por causa dos jogadores? Com certeza teve um percentual de um ou de outro treinador, mas muito mais dos jogadores que lá estiveram", opinou.


O Santos tem reapresentação no CT Rei Pelé marcada para o dia 14 de dezembro, sob o comando de Odair Hellmann. A equipe já treinará para o Campeonato Paulista, que será iniciado em janeiro, cerca de um mês após a volta aos treinamentos. Além disso, o Peixe também disputará o Brasileirão, a Copa do Brasil e a Copa Sul-Americana em 2023.

"Eu busco adaptação aos jogadores que eu tenho no plantel para montar uma equipe coletivamente primeiro para depois potencializar seja o DNA ofensivo, seja o DNA construtor, qualquer um. Eu acredito em um time coletivamente sólido para que a gente possa potencializar as individualidades. Nós temos dois meninos expoentes no ataque: Marcos Leonardo e Ângelo. Tem outros, o Miguelito, Ivonei, os meninos do sub-17", encerrou Odair.

Deixe seu comentário