Luan Peres vê redução 'compreensível' no Santos: "75% das pessoas tiveram mudança no salário"

Lucas Musetti Perazolli - Santos,SP

20-07-2020 06:00:17


Luan Peres entende a dificuldade do Santos de pagar 100% do salário dos jogadores durante a pandemia do novo coronavírus.

Com dificuldade financeira acentuada pela paralisação dos jogos por quatro meses, o Peixe arcou com apenas 30% dos vencimentos de abril, maio e junho. Esse fato colaborou para os pedidos de rescisão contratual de Everson e Eduardo Sasha.

O Alvinegro tenta um acordo salarial com os atletas. A ideia do clube é reembolsar 45% em parcelas e cortar de fato 25%. Não houve avanço nos últimos dias.

"Jesualdo fala muito com a gente sobre isso, para a gente não trazer problemas, treinar forte. Até porque temos muitas horas livres nos nossos dias e temos uma hora e meia, duas horas para focar em campo e entregar tudo. Claro que vamos discutir os problemas extracampo, internamente e amigavelmente, não vai ser em entrevista, algo público. Pelo que eu li, 75% das pessoas do Brasil tiveram alguma mudança no salário ou perderam emprego. É compreensível, não é algo específico da classe. A gente conversa, vamos acertar no momento certo. Eles vão conseguir acertar tudo com a gente, sabemos disso", disse Luan Peres, em entrevista exclusiva à Gazeta Esportiva.

Com a redução, o Santos não demitiu funcionários e paga 100% para quem recebe até R$ 6,1 mi por mês, o teto previdenciário. Alguns setores do Peixe ainda trabalham de casa.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Santos?