Joia do Santos, Rwan revela que pensou em desistir do futebol e diz se inspirar em CR7

São Paulo, SP

14-01-2022 15:24:54

Uma das grandes joias das categorias de base do Santos, Rwan revelou nesta sexta-feira que quase desistiu do futebol. Devido a pandemia e a interrupção dos campeonatos, o atacante comentou que foi aconselhado a mudar de profissão.

“Quando eu saí do Sport, fui para o Figueirense, mas eles estavam passando por problemas e eu não consegui firmar um contrato lá. Fiquei oito ou nove meses sem jogar, até que fui para o Flamengo de Guarulhos. Joguei a Copinha e fui bem, fiz gol e dei assistência. Aí veio a pandemia e foi um dos momentos mais difíceis da minha vida, eu até pensei em desistir do futebol", disse à Santos TV.

"Já estava chegando a idade e estava tudo parado. Muitos falavam para eu desistir e eu cheguei a trabalhar com meu pai de ajudante de pedreiro. Até que recebi um convite para fazer uma avaliação no Santos. Comecei a treinar na praia, cheguei no clube, fiz duas semanas de avaliação e fui aprovado. Depois, fiz mais duas semanas de avaliação no sub-23. Deu certo. Mas tive que aguardar mais um tempo para assinar por conta do Transfer Ban”, completou.

O jogador de 20 anos foi adquirido em definitivo pelo Alvinegro Praiano em dezembro de 2021. O seu contrato é valido até o final de 2024. Após se destacar no Paulistão sub-20 na última temporada, ele vem se brilhando na atual edição da Copinha. O camisa 10 é o artilheiro da equipe, com quatro gols em quatro jogos.

“É fruto de um trabalho. Na temporada passada eu consegui fazer um bom papel, com gol e assistências, fui o artilheiro da equipe na categoria. Tem que aproveitar ao máximo, é mais uma oportunidade, é uma porta abrindo para a gente aproveitar”, analisou.

Rwan também aproveitou para comentar sobre as suas inspirações no futebol. Um de seus grandes espelhos é o Cristiano Ronaldo, do Manchester United. Já dentro do Santos, Neymar, Robinho e Ganso servem como exemplos, inclusive nas comemorações dos gols.

“Um cara que eu comecei a me inspirar logo cedo foi o Cristiano Ronaldo. Eu acompanhava muito a Premier League. Eu gostava muito de assistir os jogos dele”, contou.


“O Lucas é meu parceiro de quarto, a gente sempre conversa muito e ensaia as dancinhas, junto com o Patati. A gente gosta muito e acompanhamos o passado do Santos com Neymar, Robinho e Ganso. A gente se inspira nesses caras”, acrescentou.

Por fim, Rwan contou sobre a origem do seu nome e explicou o porque ele carrega o apelido de Seco.

“Foi uma escolha do meu pai, ele queria normal, com J, mas minha mãe disse que o filho dela tinha que ter nome diferente aí colocou um W. Muitas pessoas até erram meu nome, mas agora estou me acostumando já e ficando tranquilo. O Seco veio do Chip, que trabalhou no sub-20 do Santos e foi meu treinador no Figueirense. Eu era muito magro na época e ele me apelidou assim”, finalizou.

Deixe seu comentário