Falcão concorda sobre necessidade de reforços: “Tentamos 22 jogadores” - Gazeta Esportiva - Muito além dos 90 minutos
Falcão concorda sobre necessidade de reforços: “Tentamos 22 jogadores”

Falcão concorda sobre necessidade de reforços: “Tentamos 22 jogadores”

Gazeta Esportiva

Por Marcelo Baseggio

04/02/2023 às 22:13

São Paulo, SP

O coordenador técnico do Santos, Falcão, falou sobre a necessidade de reforços em entrevista concedida após a derrota por 3 a 1 para o Palmeiras, no clássico deste sábado, no Morumbi, revelando que o clube já tentou a contratação de nada mais, nada menos que 22 atletas desde que iniciou seu trabalho.

“O que temos que fazer é trabalhar, buscar qualificar ainda mais o grupo, estamos fazendo isso desde novembro, quando entrei aqui, só que as coisas são difíceis, valores, jogadores que o clube não libera. Tem mais de 22 jogadores que o clube tentou. Também temos limitações, mas nosso objetivo é buscar alguma coisa pra que possamos ter em alguns momentos do jogo mais qualidade. Temos qualidade, mas precisamos de um pouco mais”, disse Falcão.




O coordenador técnico do Santos explicou por que o clube tem recebido tantas negativas de seus alvos no mercado nesta janela de transferências.

“As negativas têm explicação. Primeiro: clubes não quiseram liberar. Segundo: jogadores com valores acima do que entendemos ser razoável. Outros só podem vir em junho, quando abrir o mercado europeu. O que posso dizer pra vocês é que existe um trabalho, não tem nenhum amador aqui, são pessoas experimentadas”, pontuou.

A chegada de reforços se faz ainda mais necessária pelas lesões recentes. O principal jogador do elenco, Soteldo, foi submetido a uma cirurgia no ombro. Já neste sábado, o goleiro João Paulo, capitão da equipe, foi substituído ainda no primeiro tempo por causa de dores na coxa esquerda, além de outros nomes, como Carabajal, Felipe Jonatan, Rodrigo Fernández, entre outros.

“Temos tido o apoio muito forte do presidente, que também está fazendo um esforço. Temos que buscar, porque há jogadores se machucando demais, João Paulo, Zanocelo, Carabajal. São cinco jogos em 14 dias. Temos que ter plantel para fazer isso. Os atletas estão dando o que eles podem, não tem nenhum jogador que não esteja correndo”, concluiu Falcão.

 

Conteúdo Patrocinado