Elano desabafa após saída do Santos: "Falta sinceridade e honestidade"

São Paulo, SP

05/01/18 | 18:37 - 05/01/18 | 18:41

Elano foi dispensado pela nova diretoria do Santos na última quarta-feira, quando o elenco se reapresentou após as férias. O ex-jogador, que era auxiliar técnico do Peixe, reclamou da falta de organização e ética da nova diretoria, que tem José Carlos Peres como presidente.

"Estou em paz, não tenho mágoa, rancor, não estou aqui para torcer contra o Santos. Mas esse é o futebol brasileiro. é uma falta de planejamento, é uma desorganização total, até mesmo para demitir. Falta sinceridade, honestidade para esse tipo de coisa. O Orlando Rollo foi a única pessoa que me recebeu no clube quando cheguei lá. Estou triste pela situação, mas feliz pelo que fiz dentro do clube", disse Elano em entrevista ao canal SporTV.

Na última temporada, o ídolo assumiu o comando da equipe de forma interina em nove oportunidades, com cinco vitórias, três derrotas e um empate. Além de Elano, o auxiliar Marcelo Fernandes, campeão paulista como técnico em 2018, também foi demitido do Alvinegro da Vila.

Elano foi dispensado do Santos na última quarta-feira (Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press)

O técnico Jair Ventura, que assumiu o Santos nesta sexta-feira, afirmou que não influenciou na demissão da dupla.

"Aconteceram diversas mudanças no Santos nos últimos dias. Não participei de nenhuma. Era uma definição do clube. Parece que ainda vão haver algumas mudanças. Não tenho nada contra o Elano e o Marcelo Fernandes fez o curso comigo na CBF agora no final do ano. Não tive participação na saída deles", afirmou o novo comandante.

Deixe seu comentário