Com vaga há quatro meses, presidente do Santos vê dificuldade por novo gestor: "Vai demorar mais um tempo"

Lucas Musetti Perazolli - Santos,SP

02-10-2021 07:00:20

José Renato Quaresma pediu renúncia do Comitê de Gestão por problemas de saúde no dia 2 de junho, há quatro meses. E o Santos ainda não tem um substituto.

Primeiramente, o presidente Andres Rueda procurou alguém para desempenhar a mesma função de Quaresma e ajudar no departamento de futebol. Agora, a prioridade é outra.

Rueda quer algum conselheiro que esteja no clube diariamente, assim como o próprio presidente, o vice José Carlos de Oliveira e Dagoberto Oliva e Vitor Sion. José Berenguer, Rafael Leal, Ricardo Campanário e Walter Schalka participam virtualmente na maioria das vezes.

"O que eu quero é alguém que possa se dedicar fisicamente ao clube. Já temos a linha de frente e os que participam virtualmente e funciona direitinho. Quero alguém que dê expediente como eu, que chego 8h30 e fico até 19h. Vai demorar mais um tempo", disse o presidente Andres Rueda, em entrevista à Gazeta Esportiva.

Em função da pandemia da covid-19, o Comitê de Gestão se reúne virtualmente toda semana. Eles se revezam entre jogos e viagens.

Deixe seu comentário