Clima leve e sede por virada: como o Santos se prepara para a final do Paulistão - Gazeta Esportiva
Clima leve e sede por virada: como o Santos se prepara para a final do Paulistão

Clima leve e sede por virada: como o Santos se prepara para a final do Paulistão

Gazeta Esportiva

Por Rodrigo Matuck

03/04/2024 às 05:00

São Paulo, SP

Depois de sair em vantagem, o Santos conta os dias para a partida de volta da decisão do Campeonato Paulista. E o clima nos bastidores do Peixe às vésperas da final é o melhor possível.

Tanto o elenco quanto a comissão técnica estão com muita vontade de erguer o troféu do Estadual. Desde o começo do ano, todos estão com a mentalidade de levar o Alvinegro Praiano do lugar de "onde nunca deveria ter saído", ou seja, para a Série A do Campeonato Brasileiro.



Para chegar com moral para a disputa da Série B, nada melhor que começar a temporada com um título, algo que o torcedor do Santos não comemora há oito anos. A última taça da equipe foi o Paulistão de 2016.

Após a grande reformulação promovida pelo presidente Marcelo Teixeira, o clima mudou totalmente no CT Rei Pelé. A boa fase dentro de campo é um espelho do que se vê internamente. O grupo está bem unido e o astral está lá em cima.

Um dos grandes destaques - e surpresas - do time, Guilherme também está ajudando a manter o bom ambiente. O atacante lidera as brincadeiras e anima o elenco. Os medalhões que chegaram também estão ajudando, liderando dentro e fora dos gramados.

Esse bom clima, atrelado com a fome de vitória dos jogadores, é um dos trunfos do Santos para tentar sair do Allianz Parque com o título do Campeonato Paulista. Os visitantes precisam apenas de um empate após venceram a ida por 1 a 0, na Vila Belmiro.

O clássico com o Palmeiras está marcado para às 18 horas (de Brasília).




Como chega o Santos?

O técnico Fábio Carille tem apenas uma dúvida para a final. Julio Furch apresentou processo inflamatório no tendão e músculo adutor esquerdo e, por conta disso, tem presença incerta. O argentino de 34 anos passará os próximos dias em tratamento intensivo para estar apto.

O lateral direito Aderlan, que jogou nos minutos finais na vitória de 1 a 0 sobre o Palmeiras após se recuperar de um incômodo muscular na posterior da coxa esquerda, já treina normalmente. Hayner também fica à disposição. Ele estava suspenso na ida.

Ao longo de toda temporada, o Santos soma  10 vitórias, dois empates e três derrotas em 15 jogos, além de 22 gols marcados e 12 sofridos.

Conteúdo Patrocinado