Após três meses sem jogos, Santos estima prejuízo de R$ 40 milhões

Lucas Musetti Perazolli - Santos,SP

14-06-2020 06:00:28

O Santos não joga há três meses, desde a derrota por 2 a 1 para o São Paulo, no Morumbi, pela 10ª rodada do Campeonato Paulista, em 14 de março.

A paralisação forçada pelo novo coronavírus acentuou a crise financeira do Peixe. O maior prejuízo tem origem no bloqueio de cotas de televisão.

O presidente José Carlos Peres não sabe exatamente o tamanho do rombo, mas estima um valor bem alto.

"Esse cálculo é muito subjetivo, até pelo que podemos recuperar das perdas quando as competições retornarem. Eu acredito em cerca de R$ 40 milhões", falou Peres, à Gazeta Esportiva.


Com poucas receitas, o Santos pagou 30% do salário de abril e maio e negocia acordo com o elenco. O Peixe tem várias dívidas pendentes e responde na Fifa por algumas delas, como Cleber Reis com o Hamburgo (ALE), Soteldo com o Huachipato (CHI), Felipe Aguilar com o Atlético Nacional (COL) e Luan Peres com o Brugge (BEL).

A testagem dos jogadores para a covid-19 e o retorno gradual aos treinamentos deve ocorrer a partir da próxima semana. Não há data prevista para o reinício do Paulistão.

O Santos liderava seu grupo no Campeonato Paulista e Libertadores da América. O Peixe de Jesualdo Ferreira venceu seis, empatou três e perdeu três na temporada.

Mais vídeos em videos.gazetaesportiva.com

Deixe seu comentário