Análise: Santos sofre com jogo físico do Novorizontino e liga sinal de alerta para estilo na Série B - Gazeta Esportiva
Análise: Santos sofre com jogo físico do Novorizontino e liga sinal de alerta para estilo na Série B

Análise: Santos sofre com jogo físico do Novorizontino e liga sinal de alerta para estilo na Série B

Gazeta Esportiva

Por Redação

19/02/2024 às 05:00

São Paulo, SP

Por: João Pedro Haiter

O Santos apresentou bastante dificuldade para superar o jogo físico do Novorizontino, neste domingo (18), e acabou derrotado em plena Vila Belmiro. A imposição do time treinado por Eduardo Baptista, que não poupou em faltas para frear as investidas santistas, foi o principal obstáculo do Peixe na partida.

O confronto foi o com maior 'cara de Série B' que o Alvinegro Praiano enfrentou até o momento na temporada. Um embate rápido, de transições e que prevalece aquele que se estabelecer mais perante o adversário.




A afirmativa, inclusive, foi admitida pelo próprio Fábio Carille na coletiva de imprensa após o revés. O treinador do Santos, entretanto, entende que o compromisso desse domingo serviu de aprendizado para o que o clube encontrará no restante do ano.

"Com certeza [o Novorizontino foi o rival com mais cara do que o Santos enfrentará na Série B]. É uma equipe que ficou a um ponto de subir para a Série A, eles e o Mirassol. Tem jogadores experientes, de imposição física e, com certeza, encontraremos isso [na Série B]. Por isso que digo, fizemos 19 pontos, claro que viemos para campo para chegar aos 22. Não conseguimos, mas traz aprendizados para tudo aquilo que vamos encontrar no ano de 2024", declarou Carille.

Santos trabalha para não sofrer com jogo físico na Série B


Dessa forma, o Peixe liga o sinal de alerta para tal estilo de jogo na segunda divisão. Com o retorno à Série A como principal objetivo da temporada, o time reencontrará equipes como Novorizontino e Mirassol — adversário que empatou em 2 a 2, fora de casa — mais duas vezes em 2024.

Com possivelmente o melhor elenco da Segundona, o Santos pretende não ser mais surpreendido no Nacional e, com isso, ter os planos para 2025 frustrados. Resta ver se Carille conseguirá utilizar a semana livre de trabalho para passar aos jogadores a melhor maneira de superar este obstáculo.

Uma amostragem já poderá ser observada no próximo confronto, contra o São Bernardo, na manhã de domingo (25). O time do ABC Paulista é também um dos mais físicos do Paulistão e tentará usar a imposição como trunfo na partida. O embate, válido pela décima rodada do Estadual, acontece a partir das 11 horas (de Brasília), no Morumbis.

Conteúdo Patrocinado