Sem pensar em aposentadoria, Zé Roberto alerta Palmeiras após derrota

Edoardo Ghirotto - São Paulo,SP

26-07-2016 18:58:20

Titular absoluto com o técnico Cuca e livre de problemas físicos no Palmeiras, o lateral esquerdo Zé Roberto disse nesta terça-feira que já não pensa mais em se aposentar no final do ano. O atleta de 42 anos afirmou que o foco está inteiramente voltado para a conquista do título do Brasileirão, o que não lhe dá margem para planejar o futuro. A ambição de ser campeão está tão viva no jogador que ele procurou alertar a equipe após a derrota por 1 a 0 sofrida no domingo, contra o Atlético-MG, no Palestra Itália.

O lateral disse que pensa no trabalho diariamente, só que não tem mais tanta certeza sobre pendurar as chuteiras. Ele havia repetido em ao menos duas entrevistas coletivas que se despediria dos gramados no fim desta temporada, mas a possibilidade de ser campeão brasileiro parece ter mexido com o atleta. Na segunda-feira, em palestra aos jovens das categorias de base, o jogador já havia dito que não poderia cravar uma data para deixar o clube.

"É uma questão que não consigo pensar agora. Você tem que viver seu momento. E assim você faz suas escolhas. Quero viver o meu momento e fazer as escolhas no tempo certo. Vou continuar jogando, manterei minha regularidade e continuarei focado no objetivo de conquistar a competição. Até o ano que vem muita coisa acontecerá. São novas coisas a serem repensadas e para serem colocadas em projetos", afirmou Zé Roberto.

Contra o Atlético-MG, o lateral esquerdo fez o quinto jogo como titular pelo Palmeiras e passou a acumular boas atuações. Mas a derrota para o Galo - a primeira sofrida em casa no Brasileiro - levou o jogador a se preocupar com a sequência que o Verdão terá pela frente. Ele entende que o time sofreu uma queda abrupta de rendimento diante dos mineiros e precisa recuperar o ritmo de jogo já neste domingo, contra o Botafogo, na Ilha do Governador.

"Não era o que esperávamos, mas foi um resultado até normal. Perdemos um ponto para um concorrente direto ao título. E não é sempre que você consegue jogar com a intensidade que vínhamos apresentando no nosso estádio. Nós sabíamos que uma hora não venceríamos. E infelizmente isso aconteceu agora. Serve de alerta para nós, porque só faltam três jogos para o final do primeiro turno e nosso maior objetivo é terminar em primeiro", analisou.

Para Zé Roberto, o segundo turno funcionará como uma "contagem regressiva" até a conquista do título. É por isso que ele não crê em abalos emocionais por conta do tropeço para o Atlético-MG. "Essa derrota não tira o nosso foco nem o mérito do que fizemos e do que podemos produzir. Só serve de alerta para o time saber que entrou mais um concorrente direto na briga pelo título, já que o Atlético-MG estava lá atrás e passou a ganhar os seus jogos", concluiu.

Deixe seu comentário


×
Quer receber notícias do Palmeiras?